sicnot

Perfil

Desporto

Confederação Brasileira vai pedir à FIFA para recorrer a imagens na arbitragem

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) prometeu hoje aos clubes brasileiros que irá pedir à FIFA permissão para recorrer a imagens televisivas de forma a auxiliar a arbitragem dos jogos da primeira divisão em 2016.

© Arnd Wiegmann / Reuters

A CBF, em reunião com os representantes dos clubes que solicitaram mudanças na arbitragem, propôs a criação de um juiz de vídeo, tendo como função acompanhar, com recurso a repetições, os jogos pela televisão, tendo este possibilidade de comunicar com o árbitro da partida.

"Sabemos que é impossível para os seres humanos para alcançar o índice de erro zero na arbitragem e é por isso que vamos pedir à FIFA para aprovar o uso de imagens de televisão para ajudar os árbitros ", disse o presidente da CBF, Marco Polo del Nero.

Segundo o organismo brasileiro, que pretendo liderar o processo de introdução da tecnologia no futebol, o árbitro de vídeo terá como função "corrigir a atribuição de erros técnicos ou disciplinares claros, que podem influenciar diretamente o resultado ou progresso das partidas".

Em caso de decisão favorável por parte da FIFA, a CBF será a primeira federação a obter luz verde para a utilização de imagens televisivas na arbitragem, um cenário que parece bastante improvável, em virtude da forte oposição do organismo ao recurso a tecnologias.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC