sicnot

Perfil

Desporto

Confederação Brasileira vai pedir à FIFA para recorrer a imagens na arbitragem

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) prometeu hoje aos clubes brasileiros que irá pedir à FIFA permissão para recorrer a imagens televisivas de forma a auxiliar a arbitragem dos jogos da primeira divisão em 2016.

© Arnd Wiegmann / Reuters

A CBF, em reunião com os representantes dos clubes que solicitaram mudanças na arbitragem, propôs a criação de um juiz de vídeo, tendo como função acompanhar, com recurso a repetições, os jogos pela televisão, tendo este possibilidade de comunicar com o árbitro da partida.

"Sabemos que é impossível para os seres humanos para alcançar o índice de erro zero na arbitragem e é por isso que vamos pedir à FIFA para aprovar o uso de imagens de televisão para ajudar os árbitros ", disse o presidente da CBF, Marco Polo del Nero.

Segundo o organismo brasileiro, que pretendo liderar o processo de introdução da tecnologia no futebol, o árbitro de vídeo terá como função "corrigir a atribuição de erros técnicos ou disciplinares claros, que podem influenciar diretamente o resultado ou progresso das partidas".

Em caso de decisão favorável por parte da FIFA, a CBF será a primeira federação a obter luz verde para a utilização de imagens televisivas na arbitragem, um cenário que parece bastante improvável, em virtude da forte oposição do organismo ao recurso a tecnologias.

Lusa

  • Escritor e filólogo Frederico Lourenço distinguido com o Prémio Pessoa 2016

    Cultura

    O escritor, tradutor, professor universitário Frederico Lourenço foi distinguido com o Prémio Pessoa 2016. O anúncio foi feito hoje pelo presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão, no Palácio de Seteais, em Sintra, sublinhando que a atividade de Frederico Lourenço tem como "traço singular" ter oferecido "à língua portuguesa as grandes obras de literatura clássica".

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.