sicnot

Perfil

Desporto

André Villas-Boas teme ataque do Valência no jogo da Liga dos Campeões

O treinador do Zenit, André Villas-Boas, apontou hoje a "verticalidade, os contra-ataques e a profundidade atacante" como as características mais temíveis do Valência, que a equipa russa enfrenta quarta-feira no Grupo H da Liga dos Campeões.

ANATOLY MALTSEV / Lusa

"Temo a sua verticalidade, os seus contra-ataques, a velocidade e a profundidade do seu ataque. Gayà está em muito boa forma e Feghouli é um perigo constante", disse o treinador português do Zenit, que conta com os compatriotas Neto e Danny, bem como Hulk (ex-FC Porto) e Garay, Javi Garcia e Axel Witsel (ex-Benfica).

Para Villas-Boas, no Valência, treinado pelo português Nuno Espírito Santo, "não há muitas estrelas", mas sim "um trabalho de equipa ofensivo e defensivo".

"Queremos estar ao nosso melhor nível. Não tem sido assim até agora no campeonato, mas creio que o facto de estarmos na 'Champions' pode dar-nos esse incentivo", afirmou.

O técnico português manifestou-se ainda convicto de que a sua anunciada saída do clube russo no final da presente época não afetará o rendimento da equipa na partida inaugural do Grupo H da 'liga milionária'.

Já hoje, o treinador do Valência disse que o clube 'ché' tem como objetivo "chegar o mais longe possível" na Liga dos Campeões de futebol.

"O desejo e a ambição ninguém nos tira. O nosso objetivo é chegar o mais longe possível nesta competição", afirmou Nuno Espírito Santo, na conferência de imprensa de antevisão à receção ao Zenit, na quarta-feira, na jornada inaugural da 'Champions'.

Nuno Espírito Santo disse que o Zenit é uma "boa equipa", mas que o Valência está precavido para "evitar surpresas".

"Conhecemos bem o adversário e os seus jogadores. É uma equipa muito competitiva e com grandes jogadores. Vamos ter que respeitar o Zenit", disse.

O antigo treinador do Rio Ave considerou ainda que o grupo do Valência, composto por Zenit, Gent e Lyon, é "um grupo equilibrado, com quatro equipas que podem lutar pelo acesso aos oitavos de final".

Lusa

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Ataques aéreos dos EUA em Mossul podem ter causado a morte de 200 civis
    1:22
  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.