sicnot

Perfil

Desporto

Antigo presidente do Marselha acusado de corrupção pela justiça francesa

O antigo presidente do Marselha Jean-Claude Dassier é acusado de corrupção e associado a "transferências ilícitas" na gestão clube de futebol, revelou hoje a justiça francesa.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

Segundo o diário L'Equipe, que cita fontes judiciais, Dassier é acusado de falsificação de documentos, conspiração criminosa e gestão danosa, sendo também suspeito de ter recebido cerca de 55 milhões de euros em comissões nas transferências de 14 jogadores.

Presidente do Marselha de 2009 a 2011, Jean-Claude Dassier, segundo apurou a justiça francesa, recebeu dinheiro ilícito em várias transferências de jogadores, estando o nome de Lucho González, contratado no primeiro ano de presidência de Dassier ao FC Porto, por 18 milhões de euros.

Nessa lista, de 14 jogadores, figuram ainda nomes como Morientes, Azpilicueta, Heize, Remy, Gignac ou Ben Arfa.

O inquérito judicial, aberto pela justiça parisiense, levou, inclusive, à detenção do atual presidente do Marselha, Vincent Labrune, e do seu antecessor Pape Diouf, que acabaram por ser libertados sem acusação.

Lusa

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.