sicnot

Perfil

Desporto

Antigo presidente do Marselha acusado de corrupção pela justiça francesa

O antigo presidente do Marselha Jean-Claude Dassier é acusado de corrupção e associado a "transferências ilícitas" na gestão clube de futebol, revelou hoje a justiça francesa.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

Segundo o diário L'Equipe, que cita fontes judiciais, Dassier é acusado de falsificação de documentos, conspiração criminosa e gestão danosa, sendo também suspeito de ter recebido cerca de 55 milhões de euros em comissões nas transferências de 14 jogadores.

Presidente do Marselha de 2009 a 2011, Jean-Claude Dassier, segundo apurou a justiça francesa, recebeu dinheiro ilícito em várias transferências de jogadores, estando o nome de Lucho González, contratado no primeiro ano de presidência de Dassier ao FC Porto, por 18 milhões de euros.

Nessa lista, de 14 jogadores, figuram ainda nomes como Morientes, Azpilicueta, Heize, Remy, Gignac ou Ben Arfa.

O inquérito judicial, aberto pela justiça parisiense, levou, inclusive, à detenção do atual presidente do Marselha, Vincent Labrune, e do seu antecessor Pape Diouf, que acabaram por ser libertados sem acusação.

Lusa

  • Milhares protestam contra Donald Trump no Dia do Presidente
    1:55

    Mundo

    Milhares de pessoas voltaram a protestar contra Donald Trump, nos Estados Unidos da América. As marchas em várias cidades aconteceram no feriado que assinala o Dia do Presidente. Os manifestantes exigiram a destituição do chefe de Estado.

  • O mistério da morte do meio irmão de Kim Jong-un
    2:32
  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Homens e mulheres nas tarefas domésticas
    2:09

    País

    Nas gerações mais novas, já há sinais de mudança na divisão e partilha de tarefas em casa. No entanto, entre os mais velhos, as tarefas de casa são quase sempre obrigação da mulher. A igualdade entre homens e mulheres é ainda miragem dentro de casa e em termos de salários.