sicnot

Perfil

Desporto

Seraing diz que proibição imposta pela FIFA é "vergonhosa" e "ultrajante"

O FC Seraing qualificou hoje de "vergonhosa" e "ultrajante" a decisão da FIFA de proibir o clube belga de realizar transferências durante dois anos, por violação das normas que proíbem a propriedade de futebolistas por parte de terceiros.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Arnd Wiegmann / Reuters

Em comunicado, o clube da segunda divisão belga informa que está a "analisar todas as possibilidades de recurso", lembrando que a conformidade do regulamento da FIFA relativo à propriedade de futebolistas por terceiros está a ser avaliada tento nos tribunais como na Comissão Europeia.

"Os recentes desenvolvimentos relativos ao seu secretário-geral puseram mais uma vez em evidência que [a FIFA] faria melhor em limpar a sua casa em vez de colocar entraves à atividade de clubes honestos em nome de uma moralidade que ela própria não para de espezinhar", acusa o Seraing.

O clube belga aludia à suspensão e à instauração de um inquérito ao francês Jérôme Valcke, de 54 anos, anunciada na quinta-feira pela FIFA, por alegada conduta imprópria do secretário-geral do organismo que rege o futebol mundial.

A FIFA suspendeu Valcke depois de ter tomado conhecimento de "uma série de denúncias envolvendo o secretário-geral", que davam conta de um alegado benefício num acordo para a venda de bilhetes a preço inflacionado para o Mundial2014, solicitando uma investigação oficial ao Comité de Ética.

Também na quinta-feira, a Comissão Disciplinar da FIFA, que desde maio vetou a partilha de 'passes' de futebolistas com terceiros, proibiu o Seraing de realizar transferências durante dois anos, condenando ainda o clube belga ao pagamento de uma multa de 150.000 francos suíços (cerca de 136.000 euros).

O organismo que gere o futebol mundial considerou que o Seraing violou os regulamentos ao vender parte dos direitos económicos de alguns futebolistas e de ter assinado contratos que permitem a terceiros interferir nas decisões do clube.

Em dezembro de 2014, a FIFA aprovou a proibição de partilha de passes de futebolistas com terceiros, considerando que tal prática violava a independência de clubes e jogadores e violava a integridade das competições.

A medida, que entrou em vigor no início de maio, proíbe que empresários e grupos de investimento possam deter qualquer percentagem nos passes económicos dos jogadores, tornando os clubes nos únicos detentores.

Os acordos já existentes devem ser mantidos até ao fim do prazo e os novos acordos celebrados entre 01 de janeiro e 30 de abril de 2015 estarão limitados à duração máxima de um ano.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.