sicnot

Perfil

Desporto

UEFA confirma retirada de um ponto à Croácia e dois jogos à porta fechada

O Comité de Apelo da UEFA confirmou hoje a retirada de um ponto à Croácia e dois jogos em casa à porta fechada pela conduta do público na partida frente à Itália, de qualificação para o Euro2016 de futebol.

© Antonio Bronic / Reuters

Nessa partida, disputada a 12 de junho, em Split, surgiu uma cruz suástica no relvado, ato considerado como "racista e conduta inadequada" pela UEFA, que rejeitou hoje o recurso apresentado pela federação daquele país contra a decisão adotada pelo Comité de Controlo, Ética e Disciplina, a 23 de julho.

Além da retirada de um ponto, que a deixa a dois pontos da líder do grupo H, a Noruega, a seleção croata terá de jogar os dois próximos jogos em casa à porta fechada, sendo que os mesmos não poderão realizar-se no estádio Poljud, em Split, palco da partida com os italianos.

O Comité de Apelo decidiu também manter a multa de 100 mil euros aplicada à Federação da Croácia.

De resto, a seleção croata já tinha sido punida pela UEFA com um jogo à porta fechada na partida em Itália, quando os seus adeptos entoaram gritos de macaco e atiraram bananas para o relvado dirigidas ao internacional italiano Balotelli, o que levou a que a partida entre as duas seleções, em Split, tivesse decorrido sem público nas bancadas.

A Croácia receberá a Bulgária a 10 de outubro e encerrará a fase de qualificação três dias depois, em Malta, frente à seleção local.

Lusa

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15

    Mundo

    Emmerson Mnangagwa é o sucessor de Robert Mugabe que regressou esta quarta-feira da África do Sul, onde estava refugiado. No primeiro discurso, o Presidente do Zimbabué falou de uma nova democracia no país. Mnangagwa, conhecido como crocodilo, é suspeito de atrocidades na guerra civil pós-independência. 

  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50