sicnot

Perfil

Desporto

Portugal garante subida ao grupo I com vitória de João Sousa na Taça Davis

Portugal garantiu hoje a subida ao grupo I da Zona Europa/África da Taça Davis em ténis, graças à vitória de João Sousa sobre o bielorrusso Uladzimir Ignatik, por 6-1, 6-1 e 6-4.

Numa longa batalha de cinco 'sets', com a duração de 3:34 horas, o vimaranense, 46.º do 'ranking' ATP, acabou derrotado por 7-4 no decisivo 'tie-break', depois de ter recuperado de uma desvantagem de dois parciais e de, já no quinto 'set', ter evitado um 'match-point'. (Arquivo)

Numa longa batalha de cinco 'sets', com a duração de 3:34 horas, o vimaranense, 46.º do 'ranking' ATP, acabou derrotado por 7-4 no decisivo 'tie-break', depois de ter recuperado de uma desvantagem de dois parciais e de, já no quinto 'set', ter evitado um 'match-point'. (Arquivo)

© USA Today Sports / Reuters

Na 'batalha' dos números um nacionais, Sousa (48.º do 'ranking' ATP) levou a melhor sobre o 209.º jogador mundial, impondo-se em uma hora e 42 minutos, para conquistar o 3-1 que assegura o triunfo de Portugal sobre a Bielorrússia no 'play-off' de acesso ao grupo I.

A seleção portuguesa regressa assim à 'segunda divisão' da Taça Davis, depois de ter sido despromovida ao grupo II da Zona Europa/África da Taça Davis em 2013.

Lusa

  • Suécia conquista primeira vitória no Mundial frente à República da Coreia (1-0)

    Mundial 2018 / Suécia

    Depois de uma ausência de 12 anos nos campeonatos do mundo, a Suécia volta e começa a ganhar. Um penálti de Andreas Granqvist aos 65 minutos garantiu a vitória frente à República da Coreia na fase de grupos do Mundial. As equipas jogam pelo grupo F, onde também estão a Alemanha e o México. Veja aqui o golo e os lances da partida.

  • Combate ao terrorismo e corrupção são prioridades do novo diretor da PJ
    2:42

    País

    O novo diretor da Polícia Judiciária diz que o combate ao terrorismo e à corrupção estão entre as maiores prioridades para a PJ. Mas alerta que são precisos meios para cumprir essa missão. Luís Neves tomou posse esta manhã, depois de 20 anos ligados à investigação do crime mais violento.

  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.