sicnot

Perfil

Desporto

Barcelona deixará campeonato espanhol caso Catalunha ganhe a independência

O presidente da Liga espanhola de futebol lembrou esta segunda-feira que, caso a Catalunha se torne independente nas eleições regionais, marcadas para o próximo domingo, o clube 'blaugrana' deixará de competir no campeonato de Espanha.

Para além do atual campeão, clubes como o Español de Barcelona, também da I divisão, ou Girona, Gimnastic e Llagostera, do segundo escalão, serão impedidos que continuarem nos campeonatos profissionais de Espanha.

Para além do atual campeão, clubes como o Español de Barcelona, também da I divisão, ou Girona, Gimnastic e Llagostera, do segundo escalão, serão impedidos que continuarem nos campeonatos profissionais de Espanha.

© Susana Vera / Reuters

A 27 de setembro realizam-se eleições autonómicas na Catalunha, marcadas pela intenção de vários partidos de avançar para uma eventual declaração de independência, caso consigam uma maioria absoluta no parlamento catalão.

Javier Tebas, questionado pela estação pública TVE, garante que a legislação não permite que equipas estrangeiras compitam nas ligas profissionais de Espanha, exceto as formações da região de Andorra.

"A lei é muito clara. Caso a Catalunha ganhe a independência, o Barcelona deixará de jogar no campeonato espanhol. Os únicos não espanhóis que podem competir são os clubes de Andorra", afirmou Tebas

Para além do atual campeão, clubes como o Español de Barcelona, também da I divisão, ou Girona, Gimnastic e Llagostera, do segundo escalão, serão impedidos que continuarem nos campeonatos profissionais de Espanha.

"Se não houver um acordo é impossível que os clubes catalães joguem. Seria um Liga sem catalães, não só no futebol. Também no basquetebol ou no andebol", acrescentou o líder do futebol espanhol.

Lusa

  • Condutora que atropelou peregrinos "internada compulsivamente"

    País

    A condutora do veículo que hoje atropelou seis peregrinos na Estrada Nacional 365, em Alcanena, apresentava problemas do foro psicológico e teve de ser internada compulsivamente. O atropelamento esta madrugada fez uma vítima mortal, um homem, e feriu cinco pessoas, uma das quais em estado grave.

  • Maduro deve ser reeleito em eleições contestadas pela oposição
    1:46

    Mundo

    Os venezuelanos elegem hoje o Presidente que deverá estar à frente do país até 2025. Há quatro candidatos, mas Nicolás Maduro é o favorito na corrida. A oposição apelou ao boicote e vários países da América e das Caraíbas, os EUA e a UE já avisaram que não reconhecerão resultados de uma eleição que não é livre nem transparente.

  • A solução de Elon Musk para os engarrafamentos em Los Angeles
    1:23