sicnot

Perfil

Desporto

Barcelona deixará campeonato espanhol caso Catalunha ganhe a independência

O presidente da Liga espanhola de futebol lembrou esta segunda-feira que, caso a Catalunha se torne independente nas eleições regionais, marcadas para o próximo domingo, o clube 'blaugrana' deixará de competir no campeonato de Espanha.

Para além do atual campeão, clubes como o Español de Barcelona, também da I divisão, ou Girona, Gimnastic e Llagostera, do segundo escalão, serão impedidos que continuarem nos campeonatos profissionais de Espanha.

Para além do atual campeão, clubes como o Español de Barcelona, também da I divisão, ou Girona, Gimnastic e Llagostera, do segundo escalão, serão impedidos que continuarem nos campeonatos profissionais de Espanha.

© Susana Vera / Reuters

A 27 de setembro realizam-se eleições autonómicas na Catalunha, marcadas pela intenção de vários partidos de avançar para uma eventual declaração de independência, caso consigam uma maioria absoluta no parlamento catalão.

Javier Tebas, questionado pela estação pública TVE, garante que a legislação não permite que equipas estrangeiras compitam nas ligas profissionais de Espanha, exceto as formações da região de Andorra.

"A lei é muito clara. Caso a Catalunha ganhe a independência, o Barcelona deixará de jogar no campeonato espanhol. Os únicos não espanhóis que podem competir são os clubes de Andorra", afirmou Tebas

Para além do atual campeão, clubes como o Español de Barcelona, também da I divisão, ou Girona, Gimnastic e Llagostera, do segundo escalão, serão impedidos que continuarem nos campeonatos profissionais de Espanha.

"Se não houver um acordo é impossível que os clubes catalães joguem. Seria um Liga sem catalães, não só no futebol. Também no basquetebol ou no andebol", acrescentou o líder do futebol espanhol.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.