sicnot

Perfil

Desporto

Barcelona deixará campeonato espanhol caso Catalunha ganhe a independência

O presidente da Liga espanhola de futebol lembrou esta segunda-feira que, caso a Catalunha se torne independente nas eleições regionais, marcadas para o próximo domingo, o clube 'blaugrana' deixará de competir no campeonato de Espanha.

Para além do atual campeão, clubes como o Español de Barcelona, também da I divisão, ou Girona, Gimnastic e Llagostera, do segundo escalão, serão impedidos que continuarem nos campeonatos profissionais de Espanha.

Para além do atual campeão, clubes como o Español de Barcelona, também da I divisão, ou Girona, Gimnastic e Llagostera, do segundo escalão, serão impedidos que continuarem nos campeonatos profissionais de Espanha.

© Susana Vera / Reuters

A 27 de setembro realizam-se eleições autonómicas na Catalunha, marcadas pela intenção de vários partidos de avançar para uma eventual declaração de independência, caso consigam uma maioria absoluta no parlamento catalão.

Javier Tebas, questionado pela estação pública TVE, garante que a legislação não permite que equipas estrangeiras compitam nas ligas profissionais de Espanha, exceto as formações da região de Andorra.

"A lei é muito clara. Caso a Catalunha ganhe a independência, o Barcelona deixará de jogar no campeonato espanhol. Os únicos não espanhóis que podem competir são os clubes de Andorra", afirmou Tebas

Para além do atual campeão, clubes como o Español de Barcelona, também da I divisão, ou Girona, Gimnastic e Llagostera, do segundo escalão, serão impedidos que continuarem nos campeonatos profissionais de Espanha.

"Se não houver um acordo é impossível que os clubes catalães joguem. Seria um Liga sem catalães, não só no futebol. Também no basquetebol ou no andebol", acrescentou o líder do futebol espanhol.

Lusa

  • Lei existe há quatro anos mas não tem regulamentação
    2:03
  • Denúncia de maus tratos a cães no canil municipal de Elvas
    2:24

    País

    O Grupo de Intervenção e Resgate Animal denunciou nas redes sociais alegados maus tratos a animais no canil municipal de Elvas. As imagens mostram uma cadela com uma corda ao pescoço. A autarquia abriu um inquérito para averiguar o caso, suspendendo também o trabalho dos voluntários no canil.

  • Há cada vez menos portugueses

    País

    A população em Portugal diminuiu no ano passado, pelo oitavo ano consecutivo, já que o número de mortes continua a ser superior ao de nascimentos, revelam dados hoje divulgados pelo INE.

  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Estados Unidos vão reforçar as sanções à Coreia do Norte
    1:31

    Mundo

    Washington pretende também investir nos esforços diplomáticos para que Pyongyang ponha fim aos programas nucleares e de mísseis. A nova estratégia de Donald Trump foi anunciada quarta-feira à noite. A força aérea norte-americana testou esta quarta-feira um míssil de longo-alcance que percorreu 6800 quilómetros sobre o Pacífico a partir de uma base na Califórnia.

  • Le Pen vai à pesca
    0:35

    Eleições França 2017

    Marine Le Pen, candida à presidência de França fez esta quinta-feira uma "pausa" na campanha eleitoral e aproveitou para ir à pesca. A candidata navegou num barco de pesca no Mediterrâneo.

  • Ovibeja aposta este ano na internacionalização da agricultura
    2:07

    País

    A Ovibeja começou esta quinta-feira e este ano aposta na internacionalização dos produtos agrícolas do Alentejo. Centenas de expositores esgotam o certame, que é uma monstra da agricultura portuguesa. António Costa, na sexta-feira, e Marcelo Rebelo de Sousa, no sábado, são alguns dos políticos com a presença marcada em Beja.