sicnot

Perfil

Desporto

Governo francês considera "inaceitáveis" incidentes em Marselha

O ministro do Desporto francês classificou esta segunda-feira como "inaceitáveis" os incidentes ocorridos no domingo no jogo de futebol entre o Marselha e o Lyon e lembrou que o país vai organizar, dentro de poucos meses, o Euro2016.

Os incidentes nas bancadas levaram à interrupção do jogo aos 60 minutos, quando o Lyon vencia por 1-0 e o Marselha jogava com menos uma unidade, devido à expulsão de Alessandrini, aos 44.

Os incidentes nas bancadas levaram à interrupção do jogo aos 60 minutos, quando o Lyon vencia por 1-0 e o Marselha jogava com menos uma unidade, devido à expulsão de Alessandrini, aos 44.

© Philippe Laurenson / Reuters

"Estamos a meses de organizar o Euro2016. Peço a todos que avaliem o que aconteceu", afirmou Thierry Braillard, em declarações à rádio RTL, considerando que os "incidentes são inaceitáveis" e defendendo "controlos mais firmes".

Os incidentes nas bancadas levaram à interrupção do jogo aos 60 minutos, quando o Lyon vencia por 1-0 e o Marselha jogava com menos uma unidade, devido à expulsão de Alessandrini, aos 44.

O árbitro ordenou que os jogadores abandonassem o relvado, numa altura em que o internacional português Anthony Lopes, guarda-redes do Lyon, se preparava para marcar um pontapé de baliza e, subitamente, começaram a 'chover' vários objetos, incluindo garrafas e copos.

Após mais de 20 minutos de interrupção, o encontro foi retomado e Rekik acabou por fazer o golo do empate, aos 68 minutos.

O encontro acabou por ficar marcado pelo regresso de Mathieu Valbuena, agora no Lyon, ao Velodrome, depois de ter representado o Marselha durante oito temporadas, o que levou mesmo o clube a retirar a sua camisola, a 28, quando se transferiu há dois anos para o Dínamo de Moscovo.

De regresso a França, mas para o Lyon, Valbuena foi alvo da revolta dos adeptos do Marselha, que responderam com violência à 'traição' do internacional francês.

No sábado, o encontro entre o Bastia e o Nice (3-1) também se verificaram incidentes nas bancadas, e em Reims, adeptos do Paris Saint-Germain provocaram distúrbios após o final do encontro, que terminou empatado a um golo.

Entretanto, a liga francesa de futebol anunciou hoje que vai reunir de emergência para avaliar os incidentes ocorridos no no jogo entre o Marselha e o Lyon, da sexta jornada.

A França vai receber entre 10 de junho e 10 de julho, o Euro2016.

Lusa

  • Costa desvaloriza ameaça e mantém planos de visita a Angola
    2:27

    Economia

    O governo angolano reagiu duramente à acusação do Ministério público portugues contra o vice-presidente de Angola. Luanda diz que a acusação é um sério ataque à República de Angola que pode perturbar as relações entre os dois paises. António Costa desvaloriza a ameaça e mantém os planos de uma visita a Angola na primavera.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Brasil já tirou o "pé do chão"
    1:59

    Mundo

    Já começaram os desfiles e festas de carnaval, no Rio de Janeiro.Esta sexta feira foi o início oficial das celebrações com centenas de milhar de pessoas nas ruas até de madrugada.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato. 

  • Atores de Hollywood contra Trump
    1:44

    Mundo

    Centenas de pessoas juntaram-se em mais um protesto contra o presidente dos Estados Unidos. A manifestação, em Beverly Hills, juntou várias estrelas de Hollywood.