sicnot

Perfil

Desporto

FC Porto de regresso aos treinos com todo o plantel disponível

O FC Porto iniciou hoje a preparação do jogo de sexta-feira com o Moreirense, para a sexta jornada da I Liga de futebol, com todo o plantel disponível após o triunfo frente ao Benfica (1-0).

O argelino recuperou de um estiramente no adutor esquerdo, sofrido no jogo de apresentação com o Nápoles, e treinou sem limitações. (Arquivo)

O argelino recuperou de um estiramente no adutor esquerdo, sofrido no jogo de apresentação com o Nápoles, e treinou sem limitações. (Arquivo)

© Hugo Correia / Reuters

De acordo com a nota informativa publicada no sítio dos portistas, "na primeira sessão de trabalho tendo em vista o desafio com os cónegos, Julen Lopetegui teve todo o plantel à disposição".

André André, autor do único golo do FC Porto no triunfo de domingo frente ao Benfica, no Dragão, recebeu antes do início da sessão o prémio de melhor jogador em campo no 'clássico'.

O médio repartiu o mérito do golo com os companheiros de equipa e adiantou que o triunfo frente ao Benfica dá confiança, mas que o plantel virou já a página e só pensa no jogo em Moreira de Cónegos.

O plantel do FC Porto volta a treinar pelas 10:30 de quarta-feira, novamente no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival, com uma sessão que terá os primeiros 15 minutos abertos à comunicação social.

Lusa

  • FC Porto vence Benfica por 1-0, treinadores queixam-se da arbitragem
    1:25

    Desporto

    O FC Porto venceu ontem à noite o primeiro clássico do campeonato. Os azuis e brancos bateram o Benfica por 1-0 e deixaram os bicampeões nacionais a 4 pontos de distância. No final do jogo, Julen Lopetegui e Rui Vitória falaram da arbitragem de Artur Soares Dias. Os dois treinadores queixaram-se de decisões do árbitro.

  • Os "momentos de terror" na Academia de Alcochete contados pelos jogadores
    3:59

    Crise no Sporting

    William de Carvalho diz que foi agredido por três indivíduos com socos na zona do peito. Já Battaglia foi ameaçado de morte, levou murros e foi atingido com um garrafão de 25 litros de água na cintura e nas costas. Bas Dost ficou em "estado de choque", depois de um "homem encapuzado" lhe ter dado com um cinto na cabeça. Acuña falou em ameaças e murros. Rúben Ribeiro viu o segurança da Academia tentar impedir a entrada dos suspeitos e assistiu às agressões a Acuña. Já Montero contou que queriam saber onde estava Acuña e Battaglia.

  • "Tudo o que se está a passar no Sporting tem um único responsável: Bruno de Carvalho"
    7:08
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC

  • Parabéns! Portugal faz hoje 839 anos

    País

    É dia de cantar os parabéns. Portugal celebra esta quarta-feira 839 anos, depois de a 23 de maio de 1179 o Papa Alexandre III ter emitido a bula "Manifestis Probatum" onde reconhece o território como reino independente.

    SIC

  • Cachalote-pigmeu morreu pouco tempo depois de dar à costa em Lisboa
    1:13
  • Presidente da República apoia reforma "quanto antes" do Tribunal de Contas
    1:13

    País

    O Presidente da República defendeu esta manhã uma reforma do Tribunal de Contas para que se adeque a lei que prevê o controlo das entidades públicas. Para Marcelo Rebelo de Sousa, se a lei der melhores meios de controlo e for de mais rápida aplicação, vai dissuadir casos de má gestão de dinheiros públicos que acabam por resultar em crimes.

  • PSD compara SNS a um "cenário de guerra", Centeno desdramatiza
    2:44

    Economia

    O ministro das Finanças esteve esta amanhã no Parlamento e voltou a não comprometer-se com aumentos salariais na função pública no próximo ano. Deu mesmo a entender que a medida não é prioritária. A discussão passou também pelo Serviço Nacional de Saúde. Centeno desdramatizou as carências mas o PSD comparou o que s passa a um cenário de guerra.