sicnot

Perfil

Desporto

Médica Eva Carneiro deixa o Chelsea e pondera recorrer à justiça

A Associação Britânica de Médicos de Futebol (FMA) confirmou hoje que Eva Carneiro deixou o Chelsea e que a médica está a ponderar agir judicialmente contra o clube inglês de futebol.

Eva Carneiro e Mourinho, em abril do ano passado

Eva Carneiro e Mourinho, em abril do ano passado

© Eddie Keogh / Reuters

Eva Carneiro foi afastada da equipa médica do Chelsea pelo treinador português José Mourinho a 12 de agosto, poucos dias depois de ter entrado em campo para assistir Hazard já em tempo de descontos do encontro entre os Blues e o Swansea, que estava empatado a dois golos.

O jogador belga acabou por sair de campo para ser assistido, deixando o Chelsea reduzido a nove jogadores, pois tudo aconteceu numa altura em que o guarda-redes Thibaut Courtois já tinha sido expulso.

José Mourinho considerou que Eva Carneiro, que ingressou na equipa médica do clube em 2009, teve um comportamento "impulsivo" e referiu que a equipa médica só deve entrar em campo quando tem a certeza de que o jogador tem um problema sério.

A FMA manifestou-se "extremamente desapontada" com a saída de Eva Carneiro e revelou ter falado com o Chelsea em representação da médica, nascida em Gibraltar

"Fomos contactados por Eva Carneiro e oferecemo-nos para tentar negociar [com o Chelsea]. Infelizmente não resultou", refere a FMA, acrescentando que o clube londrino "considera que o assunto é do foro interno", que deve ser discutido entre os seus representantes e os de Eva Carneiro".

Na terça-feira, alguns órgãos de comunicação social ingleses deram conta da saída de Eva Carneiro, indicando que a médica se recusou a voltar ao clube na passada sexta-feira.

O anúncio da saída de Eva Carneiro surge poucos dias depois de a Federação Inglesa de Futebol (FA) ter confirmado a existência de um inquérito relativo ao jogo entre o Chelsea e o Swansea, sem adiantar mais pormenores.

Imagens do incidente entre José Mourinho e Eva Carneiro, transmitidas pela Sky Sports, mostram o treinador português agastado com a situação e a trocar algumas palavras com Eva Carneiro quando esta regressou ao banco.

De acordo com os regulamentos da FA, jogadores e treinadores podem ser punidos por usar linguagem ofensiva ou abusiva e incorrem numa punição mínima de cinco jogos.

Lusa

  • Eurogrupo dá luz verde ao Orçamento do Estado
    0:29

    Orçamento do Estado 2017

    O Orçamento português passou no Eurogrupo mas os ministros das Finanças alertam que podem ser precisas mais medidas para cumprir as metas e em março vão voltar a olhar para as contas. Para já, estão satisfeitos com o compromisso assumido por Mário Centeno e mais sete ministros da zona euro, cujos Orçamentos estão em risco de incumprimento.

  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados".Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade. A SIC esteve em Luanda e falou com o advogado Adolfo Campos e com os músicos Carbono Casimiro, Mona Dya Kidi e David Salei. Já todos estiveram presos. Já todos foram vítimas de violência policial. Defendem que "a geração anterior comprometeu o país" e acreditam que só a mudança política pode trazer um futuro melhor. Para estes jovens activistas, a guerra que arrasou o país, e com que o regime justifica tudo, não deixou heróis, apenas "vilões e vítimas".

  • Homem e cão resgatados das águas na Andaluzia
    0:32