sicnot

Perfil

Desporto

Portugal no Europeu de ténis de mesa com revalidação do título 'na mira'

Portugal parte para o Europeu de ténis de mesa, a disputar na Rússia, entre 25 de setembro e 04 de outubro, com a ambição de renovar o título masculino por equipas, conquistado há um ano, em Lisboa.

© Mikhail Voskresenskiy / Reute


Há cerca de três meses, a equipa masculina portuguesa voltou a "dar cartas" e juntou ao título europeu à medalha de ouro dos Jogos Europeus, disputados em Baku.

Depois de ter sido decisivo na final dos Jogos Europeus, João Geraldo, suplente no Europeu de Lisboa, em 2014, acredita numa grande prestação portuguesa na cidade russa de Ecaterimburgo.

"Tudo é possível. Ao longo do ano, mostrámos que somos os melhores da Europa, vencemos o Europeu e vencemos em Baku. Temos os dois últimos títulos europeus disputados. Vou dar o máximo", disse à agência Lusa o jogador, que representa os alemães do ASV Grünwettersbach e ocupa a 90.ª posição no 'ranking' mundial.

Marcos Freitas, nono da hierarquia mundial, também acredita que "Portugal pode renovar o título" e elege a Alemanha, a Áustria, a Rússia e a Suécia como principais opositoras.

Em termos individuais, Marcos Freitas assume a vontade de subir ao pódio: "O meu principal objetivo é ganhar uma medalha, vou ser 2.º ou 3.º cabeça de série e gostava muito de subir ao pódio".

Além de João Geraldo e Marcos Freitas, Portugal vai estar representado em masculinos por Tiago Apolónia, João Monteiro e Diogo Chen.

A equipa masculina portuguesa é treinada pelo chinês Kong Guoping, que no início deste mês sucedeu no cargo a Pedro Rufino, que já não marcou presença nos Jogos Europeus de Baku.

Kong Guoping, que há 10 anos treinava o Mirandela, acredita que Portugal pode revalidar o título e considera que Alemanha, França e Rússia poderão ser os principais opositores da formação lusa.

No setor feminino, no qual Portugal vai estar representado por Fu Yu -- medalha de bronze na prova individual no Europeu de 2013 -, Jieni Shao, Leila Oliveira e Rita Fins, o primeiro objetivo por equipas é atingir os quartos de final.

"Acredito que o grupo só vai ser decidido no último jogo. O nosso objetivo é atingir os quartos de final e depois pensar jogo a jogo", afirma o treinador da equipa feminina, António Jorge Fernandes, lembrando que se esse objetivo for conseguido, Portugal melhor o 12.º lugar conseguido em Lisboa.

Tiago Viegas, vice-presidente da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa, assume que o grande objetivo é a revalidação do título de equipas masculinas e garante que o facto de Portugal defender o título não aumenta a pressão.

"Defender o título não aumenta a pressão. Para os nossos atletas, o fundamental era entrar na história do ténis de mesa, e isso eles já conseguiram", garante.

Na competição masculina de singulares, Tiago Viegas considera que os 'rankings' "obrigam a pensar em medalhas", mas alerta para o facto de a competição por equipas -- que decorre de 25 a 29 -- "ser bastante desgastante para os atletas, que depois jogam as competições individuas e de pares".

O vice-presidente da FPTM entende que a chamada de atletas nascidas fora de Portugal "não é um fator negativo", classificando a decisão como "uma forma de desbravar caminho e de projetar o ténis de mesa feminino português".

O Europeu de ténis de mesa não tem influência direta na qualificação para os Jogos Olímpicos Rio2016, para os quais o apuramento é feito através do 'ranking' e de provas específicas.

Ao contrário do que sucedeu no Europeu disputado em 2014 em Lisboa, no qual só se disputaram as competições masculina e feminina por equipas, o Europeu deste ano vai atribuir títulos por equipas, individuais e pares nos dois setores.

Lusa

  • "A Minha Outra Pátria": o drama da Venezuela no Jornal da Noite
    2:12

    Reportagem Especial

    Quase cinco mil emigrantes regressaram à Madeira nos últimos meses por causa da crise económica, social e política na Venezuela. Os pedidos de ajuda ao Governo Regional dispararam. Muitos luso-venezuelanos voltaram às origens com pouco mais do que a roupa do corpo. "A Minha Outra Pátria", Reportagem Especial de hoje.

  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • Como fugir às comissões bancárias
    7:24

    Contas Poupança

    Há muitos casos em que ter uma conta no banco está a dar prejuízo. Os juros são tão baixos e as comissões de manutenção de conta são tão altas que há portugueses que todos os meses perdem dinheiro apenas porque têm dinheiro no banco. O Contas Poupança foi à procura de alternativas.

  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Produtores de maçã de Armamar dizem não ter recebido resposta do Ministério
    2:14

    País

    Os produtores de maçã de Armamar estão preocupados. Parte da produção foi destruída pelo mau tempo. Contudo, duas semanas depois, ainda não há resposta do Ministério da Agricultura aos pedidos de ajuda. Mais de 60 produtores com 800 hectares foram afetados e as árvores atingidas pelo granizo podem não conseguir produzir no próximo ano.

  • Bebé Charlie Grad já não vai receber tratamento nos EUA

    Mundo

    A mãe de Charlie Grad disse esta segunda-feira que o bebé poderia ter vivido uma vida normal, caso tivesse começado a receber tratamento cedo. Já o pai admitiu que o filho não iria viver até ao primeiro aniversário. O bebé foi diagnosticado com uma doença rara e um hospital em Inglaterra pediu permissão para desligar a ventilação artificial e fornecer-lhe cuidados paliativos. O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos aceitou e, até hoje, os pais travaram uma batalha na Justiça para suspender a decisão na esperança de irem tratar o filho nos Estados Unidos da América.

  • Número de mortos em atentado em Cabul sobe para 31

    Mundo

    O número de mortos no atentado com um carro armadilhado atribuído aos talibãs, esta segunda-feira de manhã em Cabul, subiu para 31, aos quais se somam cerca de 40 feridos, de acordo com um novo balanço das autoridades.

  • Pelo menos cinco feridos em ataque na cidade suíça de Schaffhausen

    Mundo

    Pelo menos cinco pessoas ficaram hoje feridas na sequência de um ataque, na cidade suíça de Schaffhausen. De acordo com as autoridades, as vítimas foram atacadas por um homem armado com uma motosserra, que está a ser procurado pela polícia. As autoridades descartaram a hipótese de "ato terrorista".

  • Oposição pressiona Maduro com anúncio de manifestações e greve geral
    1:34