sicnot

Perfil

Desporto

Jason Richardson deixa a NBA aos 34 anos

Jason Richardson, considerado um dos maiores especialistas em 'afundanços' na Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA), anunciou na quarta-feira que vai abandonar os pavilhões, aos 34 anos.

Em 14 temporadas na NBA, Jason Richardon, que nunca conquistou um 'anel' de campeão, registou uma média de 17,1 pontos e 2,7 assistências por jogo. (Arquivo)

Em 14 temporadas na NBA, Jason Richardon, que nunca conquistou um 'anel' de campeão, registou uma média de 17,1 pontos e 2,7 assistências por jogo. (Arquivo)

© Tim Shaffer / Reuters

"Hoje [quarta-feira], é um momento agridoce para mim. Estou a anunciar que vou abandonar o basquetebol profissional. Ir embora foi das decisões mais difíceis que tomei, mas prevaleceram a minha saúde e a minha família", escreveu o base na sua conta oficial no Instagram.

Richardson, que venceu dois concursos de 'afundanços', em 2002 e 2003, estreou-se na NBA em 2001, ao serviço dos Golden State Warriors, clube que representou até 2007.

Seguiu-se depois uma temporada com a camisola dos Charlotte Bobcats, transferindo-se posteriormente para os Phoenix Suns, onde permaneceu até 2010.

Nesse mesmo ano, assinou pelos Orlando Magic, encerrando a carreira com o emblema dos Philadelphia 76ers, clube a chegou em 2012.

Em 14 temporadas na NBA, Jason Richardon, que nunca conquistou um 'anel' de campeão, registou uma média de 17,1 pontos e 2,7 assistências por jogo.

Lusa

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.