sicnot

Perfil

Desporto

Treinador do Liverpool sabe que tem o lugar está em risco

O treinador de futebol do Liverpool, Brendan Rodgers, afirmou hoje que sabe que o seu lugar está em risco e que vai utilizar essa pressão como motivação para vencer o Aston Villa, da Liga inglesa.

© Reuters Staff / Reuters

Na conferência de imprensa de antevisão ao encontro, Rodgers disse que nunca foi "complacente" de forma a pensar que o lugar como treinador no Liverpool "não estava em perigo" e sublinhou ainda que é o "medo positivo" que "impulsiona um treinador".

"Esse medo não me assusta. Tenho uma crença intrínseca naquilo que faço, mas eu não me escondo do facto de que preciso de resultados e de ter um bom desempenho para tentar ficar aqui e trabalhar. (...) Não penso que a pressão vá embora a não ser que ganhe jogos e sei que criámos essa expetativa pela maneira como trabalhamos. (...) Como é que bloqueio [a pressão]? É muito simples. Eu espero continuar a ser treinador pelos próximos 20 anos e suspeito que esses 20 anos não vão ser no Liverpool, mas enquanto aqui estou quero lutar pelos jogadores e pelo clube", revelou o técnico de 42 anos.

Os 'reds' já não vencem para o campeonato há quatro jornadas e precisaram das grandes penalidades, na quarta-feira, para vencerem o Carslile, da quarta divisão, na terceira ronda da Taça da Liga Inglesa.

O treinador norte-irlandês sabe que o seu lugar está em risco, mas admitiu que não está preocupado com os rumores que apontam Carlo Ancelotti e Jurgen Klopp como os seus sucessores em Anfield.

"Mantenho um contacto regular com os donos [do clube] e a relação sempre foi forte. (...) O que quer que aconteça aqui, quer esteja aqui por mais um dia, um mês, um ano, o que quer que seja, vou ter sempre um enorme respeito pelos donos e pelas pessoas que trabalham aqui", admitiu o ex-futebolista que comanda o emblema inglês há três anos.

Lusa

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.