sicnot

Perfil

Desporto

Treinador do Liverpool sabe que tem o lugar está em risco

O treinador de futebol do Liverpool, Brendan Rodgers, afirmou hoje que sabe que o seu lugar está em risco e que vai utilizar essa pressão como motivação para vencer o Aston Villa, da Liga inglesa.

© Reuters Staff / Reuters

Na conferência de imprensa de antevisão ao encontro, Rodgers disse que nunca foi "complacente" de forma a pensar que o lugar como treinador no Liverpool "não estava em perigo" e sublinhou ainda que é o "medo positivo" que "impulsiona um treinador".

"Esse medo não me assusta. Tenho uma crença intrínseca naquilo que faço, mas eu não me escondo do facto de que preciso de resultados e de ter um bom desempenho para tentar ficar aqui e trabalhar. (...) Não penso que a pressão vá embora a não ser que ganhe jogos e sei que criámos essa expetativa pela maneira como trabalhamos. (...) Como é que bloqueio [a pressão]? É muito simples. Eu espero continuar a ser treinador pelos próximos 20 anos e suspeito que esses 20 anos não vão ser no Liverpool, mas enquanto aqui estou quero lutar pelos jogadores e pelo clube", revelou o técnico de 42 anos.

Os 'reds' já não vencem para o campeonato há quatro jornadas e precisaram das grandes penalidades, na quarta-feira, para vencerem o Carslile, da quarta divisão, na terceira ronda da Taça da Liga Inglesa.

O treinador norte-irlandês sabe que o seu lugar está em risco, mas admitiu que não está preocupado com os rumores que apontam Carlo Ancelotti e Jurgen Klopp como os seus sucessores em Anfield.

"Mantenho um contacto regular com os donos [do clube] e a relação sempre foi forte. (...) O que quer que aconteça aqui, quer esteja aqui por mais um dia, um mês, um ano, o que quer que seja, vou ter sempre um enorme respeito pelos donos e pelas pessoas que trabalham aqui", admitiu o ex-futebolista que comanda o emblema inglês há três anos.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.