sicnot

Perfil

Desporto

Miguel Oliveira vai partir do 2º lugar para o GP de Aragão

O português Miguel Oliveira (KTM) vai partir domingo do segundo lugar da grelha para a corrida de Moto3 do Grande Prémio de Aragão, em Alcañiz, Espanha, 14ª prova do Mundial de velocidade.

© Michael Kooren / Reuters

O italiano Enea Bastianini (Honda), que na prova anterior, em São Marino, tinha alcançado a primeira vitória na carreira, garantiu a segunda 'pole position' consecutiva, depois de 'retirar' a Miguel Oliveira o melhor tempo desta sessão oficial, na última volta das qualificações.

"A qualificação de hoje foi muito positiva. Em todas as saídas senti-me bastante bem com a mota. A última saída deixou-me particularmente contente embora não tenha melhorado o tempo", afirmou o português à sua assessoria de imprensa.

Com 13 provas já disputadas, Miguel Oliveira, que em 2016 disputará a Moto2, categoria intermédia no Mundial, ao serviço da Leopard Raging, segue no quarto lugar do Mundial, com 134 pontos, a 100 do líder, o britânico Danny Kent (Honda), que fez o terceiro tempo na qualificação de hoje.

Admitindo que nada tem a perder, o português aponta o pódio como um bom objetivo para a corrida de domingo, mas com o foco na luta pela vitória.

Lusa

  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.