sicnot

Perfil

Desporto

Rio Ave e Académica encerram hoje sexta ronda da I Liga em Vila do Conde

O Rio Ave, em busca do sexto lugar, e a Académica, à procura dos primeiros pontos, na estreia do treinador Filipe Gouveia, encerram hoje em Vila do Conde a sexta jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Com oito pontos, em cinco jogos, os vila-condenses, que só perderam na receção ao Sporting (1-2), tentam o segundo triunfo caseiro, que os colocaria em sexto, com 11 pontos, à frente do Arouca, 'empatado' em casa pelo Belenenses.

Em caso de vitória, o Rio Ave mantém-se também a um ponto do terceiro lugar, ocupado pelo Benfica, em igualdade pontual com Sporting de Braga (quarto) e Estoril-Praia (quinto), e três dos líderes FC Porto e Sporting.

Por seu lado, a Académica procura os primeiros pontos, depois de cinco derrotas nas primeiras cinco jornadas, que custaram o lugar a José Viterbo, substituído pelo treinador do Santa Clara e ex-adjunto de Pedro Emanuel em Coimbra.

Os 'estudantes' perderam três jogos em casa e dois fora, ostentando apenas um golo marcado, ao Sporting, de grande penalidade, e 12 sofridos. Um ponto manterá a 'lanterna vermelha' e três entregam-na ao Moreirense.

Nos jogos já realizados da sexta ronda, destaque para os empates do FC Porto, em Moreira de Cónegos (2-2), e do Sporting, no Bessa (0-0), que permitiram ao Benfica (3-0 ao Paços de Ferreira) colocar-se a dois pontos da frente.

Programa e resultados da sexta jornada:

- Sexta-feira, 25 set:

Moreirense -- FC Porto, 2-2.

- Sábado, 26 set:

Benfica -- Paços de Ferreira, 3-0.

Boavista -- Sporting, 0-0.

- Domingo, 27 set:

Marítimo -- Tondela, 1-0.

Nacional -- Vitória de Setúbal, 1-1.

Arouca -- Belenenses, 2-2.

Estoril-Praia -- União da Madeira, 2-1.

Vitória de Guimarães -- Sporting de Braga, 0-1.

- Segunda-feira, 28 set:

Rio Ave -- Académica, 20:00 (Sport TV).

Lusa

  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.