sicnot

Perfil

Desporto

Iniesta lesiona-se e desfalca FC Barcelona por quatro semanas

O médio Andrés Iniesta lesionou-se hoje no bíceps femoral da perna direita e deverá desfalcar o FC Barcelona durante quatro semanas, juntando-se no lote de lesionados a Messi e Rafinha.

© Albert Gea / Reuters

Iniesta foi substituído, aos 60 minutos, por Jordi Alba, e, segundo os diários desportivos espanhóis, o tempo de paragem deverá ser de sensivelmente um mês.

"Isto das lesões já parece uma brincadeira", lamentou o treinador do 'Barça', Luis Enrique, depois do sofrido triunfo caseiro sobre o Bayer Leverkusen (2-1), na segunda jornada do grupo E da Liga dos Campeões.

Os alemães adiantaram-se aos 22 minutos, por Kyriakos Papadopoulos, com os catalães a responder nos últimos 10, já despois da saída de Iniesta, com tentos de Sergi Roberto, aos 80, e do uruguaio Luis Suárez, aos 82.

Iniesta deverá perder quatro jogos, três do campeonato espanhol -- Sevilha (fora) e Rayo Vallecano e Eibar, ambos em Nou Camp -- e a deslocação ao reduto do BATE Borisov, para a terceira jornada da 'Champions'.

Por seu lado, Messi, que se lesionou no fim de semana, vai estar fora entre sete e oito semanas, enquanto Rafinha, vítima de uma carga forte de Naiggolan (Roma) na primeira jornada da Liga dos Campeões, estará de fora até ao final da época.

Lusa

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02