sicnot

Perfil

Desporto

Pinto da Costa afirma que federação portuguesa está a desrespeitar o FC Porto

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, afirmou hoje que se sente desrespeitado pelos responsáveis da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), uma vez que a entidade não tem se tem feito representar nos jogos importantes dos 'dragões'.

(Arquivo)

(Arquivo)

Paulo Duarte / AP

"É um desrespeito. Estando o FC Porto na Champions League e tendo o FC Porto já disputado jogos importantes, como o FC Porto-Benfica, não se dignarem a vir aqui ver os jogos", afirmou após o jogo do grupo G da Liga dos Campeões, em que o FC Porto derrotou o Chelsea, por 2-1.

O dirigente dos 'azuis e brancos' falou após uma noite que diz ter sido muito positiva e prestigiante para o futebol português, apontando o dedo aos responsáveis da FPF, "entidade que não sabe se ficou, ou não, satisfeita com a vitória do FC Porto sobre uma das grandes equipas do futebol europeu".

"Não sei se a federação estará contente, ou então, nem sabem ainda o resultado, mas espero que estejam a ouvir uma das rádios e saibam que o FC Porto ganhou ao Chelsea. Estiveram aqui responsáveis da federação espanhola, o selecionador português, mas da federação portuguesa nada. Como tem acontecido em muitos jogos. Se calhar já estão em Madrid para ver o Benfica", disse.

O líder portista disse ainda que os representantes federativos não fazem falta nos jogos do FC Porto, garantindo que, mesmo sem apoio, o FC Porto vai continuar a vencer e a prestigiar o futebol português, "mesmo que a FPF não se reveja nessas vitórias".

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.