sicnot

Perfil

Desporto

UEFA aguarda relatórios para decidir sobre incidentes no Atlético Madrid-Benfica

A UEFA vai esperar por relatórios adicionais para decidir sobre eventuais procedimentos disciplinares na sequência dos incidentes no encontro entre Atlético de Madrid e Benfica, da segunda jornada da Liga dos Campeões de futebol.

Poucos momentos depois de o Benfica ter conseguido chegar à igualdade, através do argentino Nicolas Gaitán, adeptos 'encarnados' acenderam tochas e lançaram-nas sobre seguidores 'colchoneros'. Outras foram atiradas para o relvado, obrigando a uma paragem momentânea do jogo.

Poucos momentos depois de o Benfica ter conseguido chegar à igualdade, através do argentino Nicolas Gaitán, adeptos 'encarnados' acenderam tochas e lançaram-nas sobre seguidores 'colchoneros'. Outras foram atiradas para o relvado, obrigando a uma paragem momentânea do jogo.

© Susana Vera / Reuters

Fonte do gabinete de comunicação do organismo disse à agência Lusa que a eventual abertura de um inquérito só será tomada em meados da próxima semana, depois analisados os relatórios adicionais.

Poucos momentos depois de o Benfica ter conseguido chegar à igualdade, através do argentino Nicolas Gaitán, adeptos 'encarnados' acenderam tochas e lançaram-nas sobre seguidores 'colchoneros'. Outras foram atiradas para o relvado, obrigando a uma paragem momentânea do jogo.

No final do encontro, que o Benfica venceu por 2-1, o presidente do clube português, Luís Filipe Vieira, mostrou-se descontente com os desacatos provocados por alguns adeptos 'encarnados'.

"Infelizmente, hoje, meia dúzia de adeptos provocaram os desacatos que provocaram. Ainda não sabemos que consequências poderemos vir a ter. O que é certo é que essas pessoas devem pensar seriamente que prejudicaram gravemente o Benfica", afirmou Luís Filipe Vieira.

Luís Filipe Vieira aproveitou ainda para pedir desculpas aos adeptos e dirigentes do clube madrileno pelo ocorrido no Vicente Calderon.

"Queremos ainda pedir a todos os adeptos e à direção do Atlético de Madrid as nossas profundas desculpas, porque não é assim que o Benfica quer estar. Mas, infelizmente, há coisas que não podemos controlar e esta foi uma delas. Houve alguns arruaceiros que vieram para este estádio provocar os desacatos que provocaram e deixaram o nome do Benfica manchado, quando todos os nossos atletas, no campo, tudo fizeram para dignificar esta camisola", afirmou o dirigente.

Lusa

  • Presidente do Benfica pede desculpas por adeptos que feriram criança com tocha
    1:09

    Desporto

    No final do jogo em Madrid, Luís Filipe Vieira falou aos jornalistas para pedir desculpas ao adversário pelos incidentes e demarcando o clube do que considera serem um grupo de arruaceiros. Uma criança ficou ferida, no meio dos festejos dos adeptos do Benfica. Depois do golo de Nico Gaitán, os fãs da equipa da Luz lançaram objectos para o campo e um deles acabou por caír na bancada onde estavam os adeptos espanhóis e, de acordo com a imprensa local, terá ferido uma criança.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.