sicnot

Perfil

Desporto

Sébastien Ogier obrigado a abandonar Rali da Córsega

O francês Sébastien Ogier, que já garantiu a revalidação do título mundial, foi obrigado a abandonar esta sexta-feira o rali da Córsega, na França, 11.ª prova do Mundial.

Depois de ter acabado a primeira etapa no 10.º posto, Ogier sofreu um problema com a caixa de velocidades do seu Volkswagen na ligação entre Corte e Bastia, onde está instalado o parque fechado da prova.

Depois de ter acabado a primeira etapa no 10.º posto, Ogier sofreu um problema com a caixa de velocidades do seu Volkswagen na ligação entre Corte e Bastia, onde está instalado o parque fechado da prova.

© Lehtikuva Lehtikuva / Reuters

Depois de ter acabado a primeira etapa no 10.º posto, Ogier sofreu um problema com a caixa de velocidades do seu Volkswagen na ligação entre Corte e Bastia, onde está instalado o parque fechado da prova.

Ogier poderá mesmo assim arrancar para a prova em Super Rali, mas, caso decida partir no sábado, sairá do 55.º lugar, em virtude dos 10 minutos de penalização, numa prova liderada pelo britânico Elfyn Evans (Ford) .

No sábado, os 120 pilotos que se encontram em prova vão disputar 130 quilómetros cronometrados em três provas especiais, num percurso que vai ligar Bastia a Porto Vecchio.

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15