sicnot

Perfil

Desporto

FIFA atribui derrota à Malásia devido a incidentes no jogo com Arábia Saudita

A FIFA decidiu esta segunda-feira atribuir a derrota à Malásia no encontro de 8 de setembro com a Arábia Saudita, interrompido aos 88 minutos, após adeptos malaios terem lançado tochas para o relvado, deixando o estádio coberto de fumo.

No jogo de 8 de setembro, com o resultado em 2-1 a favor dos sauditas, aos 88 minutos, os adeptos da casa começaram a lançar vários objetos para o campo, ainda na sequência da frustração da derrota 10-0 sofrida uma semana antes frente aos Emirados Árabes Unidos.

No jogo de 8 de setembro, com o resultado em 2-1 a favor dos sauditas, aos 88 minutos, os adeptos da casa começaram a lançar vários objetos para o campo, ainda na sequência da frustração da derrota 10-0 sofrida uma semana antes frente aos Emirados Árabes Unidos.

© Olivia Harris / Reuters

Face a estes incidentes, o organismo que tutela o futebol mundial atribuiu uma derrota por 3-0 à seleção malaia, que vai ainda disputar à porta fechada o próximo jogo, frente aos Emirados Árabes Unidos, da segunda fase do Grupo A de qualificação asiática ao Mundial2018, além de ter de pagar uma multa de 40 mil francos suíços (cerca de 36.600 euros).

No jogo de 8 de setembro, com o resultado em 2-1 a favor dos sauditas, aos 88 minutos, os adeptos da casa começaram a lançar vários objetos para o campo, ainda na sequência da frustração da derrota 10-0 sofrida uma semana antes frente aos Emirados Árabes Unidos.

Os 'ultras' malaios colocaram o recinto 'submerso' em fumo, obrigando jogadores e responsáveis de ambas as seleções a refugiar-se nos balneários, escoltados pela polícia.

Horas antes, o selecionador interino da Malásia, Ong Kim Swee, tinha pedido aos adeptos para não perturbarem o jogo com a Arábia Saudita.

O encontro com a Arábia Saudita seguiu-se às invulgares derrotas com Palestina (6-0) e Emirados Árabes Unidos (10-0), que originaram a saída do treinador Dollah Salleh do comando técnico da seleção.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.