sicnot

Perfil

Desporto

Casillas acredita que pode jogar mais dois anos ao mais alto nível

O guarda-redes internacional espanhol de futebol Iker Casillas, do FC Porto, afirmou esta quinta-feira estar convencido que pode jogar mais um par de anos ao mais alto nível.

"Quero permanecer no FC Porto até ao final do contrato. No futuro veremos qual a melhor opção. Tenho 34 anos, não 24, e terei que ver como me vou sentindo ano a ano", considerou o guarda-redes espanhol.

"Quero permanecer no FC Porto até ao final do contrato. No futuro veremos qual a melhor opção. Tenho 34 anos, não 24, e terei que ver como me vou sentindo ano a ano", considerou o guarda-redes espanhol.

© Miguel Vidal / Reuters

"Quero permanecer no FC Porto até ao final do contrato. No futuro veremos qual a melhor opção. Tenho 34 anos, não 24, e terei que ver como me vou sentindo ano a ano", considerou Iker Casillas.

O guarda-redes do FC Porto, que falava durante a rodagem de uma campanha publicitária, considerou que mentalmente se sente bem e que se o físico acompanhar e não tiver nenhuma lesão poderá jogar mais anos.

"Um guarda-redes pode jogar mais tempo do que qualquer outro jogador. Creio que posso aguentar mais um par de anos", adiantou, destacando ainda a forma carinhosa como foi recebido e tem sido tratado no FC Porto.

Iker Casillas considerou que tem sido acarinhado pelos adeptos desde o dia em que chegou ao Porto, no verão, o que o leva a pensar que tomou a decisão certa quando optou pelo FC Porto.

"É uma sensação estranha estar na península ibérica, mas a jogar fora de Espanha, noutro país. Perdemos algumas coisas boas, como a presença de amigos e família, mas é uma experiência boa", reconheceu o guarda-redes internacional espanhol.

Casillas acrescentou que chegou a um momento em que necessitava de colocar um ponto, seguir em frente com a sua carreira e, tal como aconteceu no Real Madrid, traçar novos objetivos. "É claro que não é o mesmo, mas estou muito feliz", disse.

"Tello, Marcano e Alberto Bueno, jogadores que como eu chegaram ao Porto provenientes de Madrid, ajudaram-me muito no FC Porto", disse ainda Iker Casillas, que espera uma Liga emocionante em Espanha e que o Real Madrid conquiste o título.

Questionado sobre as aspirações do FC Porto para a Liga dos Campeões, Iker Casillas respondeu que o objetivo volta a passar por atingir os quartos de final da prova e, a partir dessa fase, tudo o que vier é bem-vindo.

O guarda-redes do FC Porto apontou ainda, quando questionado sobre o assunto, a anfitriã França como a principal candidata a conquistar o Campeonato da Europa de 2016.

Lusa

  • "Voltei a desfrutar do futebol"
    1:23

    Desporto

    Iker Casillas garante que voltou a desfrutar do futebol. O guarda-redes do FC Porto está ao serviço da seleção espanhola e, numa entrevista, à margem de um evento publicitário, disse que está muito satisfeito por representar a equipa portuguesa.

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.