sicnot

Perfil

Desporto

Messi será julgado em Espanha por fraude fiscal

​O futebolista argentino Lionel Messi, do FC Barcelona, vai ser julgado por fraude fiscal, juntamente com o se pai, anunciou hoje o juiz do tribunal de instrução de Gavà (Barcelona).

(Arquivo)

(Arquivo)

© Mariana Bazo / Reuters

Apesar de o ministério público ter pedido a absolvição de Messi, o juiz deu seguimento à acusação, porque o advogado do Estado continua a imputar o futebolista como coautor de três crimes de fraude fiscal, num valor de 4,1 milhões de euros.

Lionel Messi e o pai são acusados de, em 2013, terem defraudado o fisco em valores relativos aos direitos de imagens do futebolista, entre 2007 e 2009, através da criação de empresas falsas no Belize e no Uruguai.

O advogado do Estado pediu para Messi e para o seu pai uma pena de sete meses e quinze dias de prisão por cada crime de que são acusados, além de uma multa do valor da fraude e o impedimento de receber ajudas públicas ou incentivos fiscais durante um ano e meio.

O juiz não aplicou nenhuma medida cautelar contra nenhum dos dois acusados, porque ambos têm mostrado vontade de colaborar e já entregaram, voluntariamente, o valor da alegada fraude fiscal.

Lusa

  • Enfermeiros dizem que suplemento de 150 € não é suficiente para acordo
    0:57

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros diz que há um avanço nas negociações com o Governo. Esta terça-feira à tarde, uma delegação do Ministério das Finanças esteve numa reunião que decorreu no Ministério da Saúde. Apesar disso, o presidente do sindicato, José Azevedo, explicou à SIC que a proposta do executivo de pagar mais 150 euros aos enfermeiros especializados não é suficiente para chegarem a acordo.

  • Guterres condena onda de violência em Myanmar
    0:43
  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC