sicnot

Perfil

Desporto

Mourinho assume que é adepto para além de treinador do Chelsea

José Mourinho assume que no Chelsea é mais do que um treinador de futebol, é um dos adeptos, e que foi para voltar a ser feliz que quis voltar ao clube, lê-se na biografia publicada esta quinta-feira no Reino Unido.

"Ser um dos adeptos faz-me viver o meu trabalho de uma maneira diferente. É positiva - significa que sou mais do que um treinador. Isto é exatamente como eu me sinto. Não apenas como o treinador do Chelsea, mas um deles", afirma o técnico português.

"Ser um dos adeptos faz-me viver o meu trabalho de uma maneira diferente. É positiva - significa que sou mais do que um treinador. Isto é exatamente como eu me sinto. Não apenas como o treinador do Chelsea, mas um deles", afirma o técnico português.

Steven Governo / AP

"Ser um dos adeptos faz-me viver o meu trabalho de uma maneira diferente. É positiva - significa que sou mais do que um treinador. Isto é exatamente como eu me sinto. Não apenas como o treinador do Chelsea, mas um deles", afirma no livro, intitulado "Mourinho".

No final da terceira época no Real Madrid, em 2013, o treinador português, conta, tinha "outras opções", mas "só uma decisão" para a família: "Inglaterra, Londres, Chelsea".

Além disso, considerou um desafio contrariar a expressão popular "não voltes a um clube onde já foste feliz".

No livro de quase 400 páginas, o primeiro assinado pelo próprio, o técnico dos 'blues' comenta sobretudo dezenas de fotografias que ilustram a sua carreira de 14 anos, onde acumulou 22 troféus, entre os quais - feito único - campeonatos nacionais em quatro países diferentes: Portugal, Inglaterra, Itália e Espanha.

Ao contrário do que outros treinadores e jogadores fizeram nas suas biografias, Mourinho é parco nas revelações sobre os bastidores e sobre os episódios controversos que viveu nos diferentes clubes.

Sobre o Benfica, diz que este "não estava pronto" para ele quando se estreou nas funções de treinador, em 2000, e que recusou um convite para regressar à Luz no ano seguinte, quando já comandava a equipa da União de Leiria, porque o presidente do FC Porto fez uma abordagem "incrível"

Pinto da Costa terá dito: "Mourinho, tu és o homem para um novo Porto, que incentivo posso dar-te para vires?", o que satisfez Mourinho saber que "era o homem que eles procuravam."

No FC Porto, além das vitórias e da equipa principal, lembra a imagem icónica de um salto de celebração em Old Trafford, onde os 'dragões' empataram no último minuto (1-1) e eliminaram o Manchester United na Liga dos Campeões, cujo troféu acabariam por ganhar.

"Um 'sprint' de 50 metros em Old Trafford. No dia seguinte tinha dois grandes clubes a baterem-me à porta. Um azul e um vermelho", conta Mourinho.

Na obra, Mourinho saúda várias vezes o apoio da família e mostra orgulho no convívio com figuras como Bobby Robson, Pelé, Maradona, Eusébio, elogiando ainda individualmente vários jogadores, como Didier Drogba, Sneijder ou Zanetti.

Porém, é omisso ao internacional português Cristiano Ronaldo, com quem trabalhou no Real Madrid, clube do qual só à terceira vez aceitou o convite para treinar.

"Dei tudo o que tinha, trabalhei mais duro do que nunca", garante Mourinho, cuja saída do clube espanhol foi 'amarga' após uma época que considerou, na altura, a pior da carreira.

"Alegria é sorrir muito e estar rodeado por pessoas que amamos em casa, por pessoas que gostamos no nosso trabalho. Estava na altura de ser feliz outra vez", escreve a propósito do regresso ao Chelsea.

A publicação da edição portuguesa do livro foi anunciada para novembro pela Porto Editora.

Lusa

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.