sicnot

Perfil

Desporto

Mourinho assume que é adepto para além de treinador do Chelsea

José Mourinho assume que no Chelsea é mais do que um treinador de futebol, é um dos adeptos, e que foi para voltar a ser feliz que quis voltar ao clube, lê-se na biografia publicada esta quinta-feira no Reino Unido.

"Ser um dos adeptos faz-me viver o meu trabalho de uma maneira diferente. É positiva - significa que sou mais do que um treinador. Isto é exatamente como eu me sinto. Não apenas como o treinador do Chelsea, mas um deles", afirma o técnico português.

"Ser um dos adeptos faz-me viver o meu trabalho de uma maneira diferente. É positiva - significa que sou mais do que um treinador. Isto é exatamente como eu me sinto. Não apenas como o treinador do Chelsea, mas um deles", afirma o técnico português.

Steven Governo / AP

"Ser um dos adeptos faz-me viver o meu trabalho de uma maneira diferente. É positiva - significa que sou mais do que um treinador. Isto é exatamente como eu me sinto. Não apenas como o treinador do Chelsea, mas um deles", afirma no livro, intitulado "Mourinho".

No final da terceira época no Real Madrid, em 2013, o treinador português, conta, tinha "outras opções", mas "só uma decisão" para a família: "Inglaterra, Londres, Chelsea".

Além disso, considerou um desafio contrariar a expressão popular "não voltes a um clube onde já foste feliz".

No livro de quase 400 páginas, o primeiro assinado pelo próprio, o técnico dos 'blues' comenta sobretudo dezenas de fotografias que ilustram a sua carreira de 14 anos, onde acumulou 22 troféus, entre os quais - feito único - campeonatos nacionais em quatro países diferentes: Portugal, Inglaterra, Itália e Espanha.

Ao contrário do que outros treinadores e jogadores fizeram nas suas biografias, Mourinho é parco nas revelações sobre os bastidores e sobre os episódios controversos que viveu nos diferentes clubes.

Sobre o Benfica, diz que este "não estava pronto" para ele quando se estreou nas funções de treinador, em 2000, e que recusou um convite para regressar à Luz no ano seguinte, quando já comandava a equipa da União de Leiria, porque o presidente do FC Porto fez uma abordagem "incrível"

Pinto da Costa terá dito: "Mourinho, tu és o homem para um novo Porto, que incentivo posso dar-te para vires?", o que satisfez Mourinho saber que "era o homem que eles procuravam."

No FC Porto, além das vitórias e da equipa principal, lembra a imagem icónica de um salto de celebração em Old Trafford, onde os 'dragões' empataram no último minuto (1-1) e eliminaram o Manchester United na Liga dos Campeões, cujo troféu acabariam por ganhar.

"Um 'sprint' de 50 metros em Old Trafford. No dia seguinte tinha dois grandes clubes a baterem-me à porta. Um azul e um vermelho", conta Mourinho.

Na obra, Mourinho saúda várias vezes o apoio da família e mostra orgulho no convívio com figuras como Bobby Robson, Pelé, Maradona, Eusébio, elogiando ainda individualmente vários jogadores, como Didier Drogba, Sneijder ou Zanetti.

Porém, é omisso ao internacional português Cristiano Ronaldo, com quem trabalhou no Real Madrid, clube do qual só à terceira vez aceitou o convite para treinar.

"Dei tudo o que tinha, trabalhei mais duro do que nunca", garante Mourinho, cuja saída do clube espanhol foi 'amarga' após uma época que considerou, na altura, a pior da carreira.

"Alegria é sorrir muito e estar rodeado por pessoas que amamos em casa, por pessoas que gostamos no nosso trabalho. Estava na altura de ser feliz outra vez", escreve a propósito do regresso ao Chelsea.

A publicação da edição portuguesa do livro foi anunciada para novembro pela Porto Editora.

Lusa

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.