sicnot

Perfil

Desporto

Rooney vai falhar próximos dois jogos da seleção inglesa devido a lesão

O selecionador inglês de futebol, Roy Hodgson, confirmou esta quinta-feira que Wayne Rooney, capitão da equipa, vai falhar os últimos dois jogos de qualificação para o Campeonato Europeu de 2016, devido a uma lesão no tornozelo.

O treinador explicou que o avançado não vai ser convocado porque "vêm aí muitos jogos importantes para o Manchester United e ficaria devastado" se acontecesse algo que piorasse a lesão. (Arquivo)

O treinador explicou que o avançado não vai ser convocado porque "vêm aí muitos jogos importantes para o Manchester United e ficaria devastado" se acontecesse algo que piorasse a lesão. (Arquivo)

© Reuters Staff / Reuters

O avançado, que em setembro se tornou no melhor marcador de sempre da seleção inglesa, ao chegar aos 50 golos, ultrapassando Bobby Charlton, não treinou com a equipa nos últimos três dias por se ter lesionado no domingo na derrota por 3-0 do Manchester United frente ao Arsenal, a contar para a oitava jornada do campeonato inglês.

"É desapontante para o Wayne", afirmou Hodgson em conferência de imprensa, na qual adiantou que o problema no tornozelo é uma lesão "menor".

O treinador explicou que o avançado não vai ser convocado porque "vêm aí muitos jogos importantes para o Manchester United e ficaria devastado" se acontecesse algo que piorasse a lesão.

Na sua ausência, Gary Cahill vai assumir a braçadeira de capitão no jogo de sexta-feira contra a Estónia, em Londres.

A equipa dos 'três leões' já se qualificou para o Europeu de 2016, tendo vencido até ao momento todos os jogos do grupo E.

Lusa

  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49