sicnot

Perfil

Desporto

Presidente do Fenerbahce absolvido em processo por viciação de resultados

O presidente do Fenerbahçe, treinado pelo português Vítor Pereira e no qual atuam Nani, Bruno Alves e Raul Meireles, foi esta sexta-feira absolvido pelo Supremo Tribunal Federal da Turquia, num processo de viciação de resultados de futebol.

Aziz Yildiriam, presidente do clube turco desde 1998, foi condenado em 2012 pelo Supremo Tribunal Federal a seis anos e três meses de prisão por suspeitas de combinação de resultados e de constituição de uma organização criminosa. (Arquivo)

Aziz Yildiriam, presidente do clube turco desde 1998, foi condenado em 2012 pelo Supremo Tribunal Federal a seis anos e três meses de prisão por suspeitas de combinação de resultados e de constituição de uma organização criminosa. (Arquivo)

Murad Sezer / AP

Aziz Yildiriam, presidente do clube turco desde 1998, foi condenado em 2012 pelo Supremo Tribunal Federal a seis anos e três meses de prisão por suspeitas de combinação de resultados e de constituição de uma organização criminosa.

Depois de ter ficado preso durante um ano, Yildiriam apresentou recurso, foi libertado sob fiança e em junho de 2014 foi decretada a realização de um novo julgamento.

A absolvição de Aziz Yildiriam e de 13 outros acusados tinha sido pedida esta semana pelo Ministério Público turco.

A condenação original de viciação de resultados resultou no afastamento do Fenerbahçe das competições europeias por duas épocas.

Lusa

  • Descida da TSU inconstitucional?
    2:37

    TSU

    Especialistas ouvidos pela SIC põem em causa a constitucionalidade da descida da Taxa Social Única dos patrões, como contrapartida pelo aumento do salário mínimo. Como se trata de um imposto pago pelas empresas, só o Parlamento pode decidir uma alteração nas taxas. Neste caso, o Governo decidiu sozinho.

  • Autocarro com seguranças atacado em Braga
    0:42

    Desporto

    Dois autocarros que transportavam elementos de uma empresa de segurança foram atingidos por tiros e pedras depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães. O ataque deu-se a poucos quilómetros do Estádio Municipal de Braga. A PSP e a PJ estiveram no local a recolher provas.