sicnot

Perfil

Desporto

Carlos Sainz Jr. hospitalizado após violento acidente nos treinos do GP da Rússia

O espanhol Carlos Sainz Jr. (Toro Rosso) sofreu hoje um violento acidente na terceira sessão de treinos livres do Grande Prémio da Rússia de Fórmula 1, em Sochi, e foi transportado de helicóptero para o hospital.

Luca Bruno

O piloto, consciente, levantou o polegar antes de ser transportado de ambulância para o centro médico do circuito. Posteriormente foi transportado de helicóptero para o hospital mais próximo, para ser submetido a exames mais profundos,

A sessão esteve interrompida durante 35 minutos após o acidente de Sainz e a direção acabou por cancelá-la em definitivo pouco depois de o espanhol ter sido retirado da pista.

O carro do espanhol, estreante na Fórmula 1 e filho do bicampeão mundial de ralis Carlos Sainz, roçou nas proteções laterais durante algumas dezenas de metros na zona de travagem para a curva 13 (direita) e seguiu em frente, embatendo nas barreiras de segurança.

Sainz, de 21 anos, disputou 14 grandes prémios na sua época de estreia e somou 12 pontos, tendo como melhor resultado o oitavo lugar na Malásia.

A qualificação do GP da Rússia disputa-se hoje a corrida está marcada para domingo.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.