sicnot

Perfil

Desporto

Miguel Oliveira vai partir do segundo lugar para o GP do Japão

O português Miguel Oliveira (KTM) vai partir domingo do segundo lugar da grelha para a corrida de Moto3 do Grande Prémio do Japão, em Motegi, a 15.ª prova do mundial de velocidade.

© Issei Kato / Reuters

O italiano Romano Fenati (KTM) conquistou a 'pole position', com 1.56,484 minutos, depois de 'retirar' a Miguel Oliveira aquele que era até então o melhor tempo na qualificação para a corrida de domingo.

Miguel Oliveira, que em 2016 disputará a Moto2, categoria intermédia no Mundial, ao serviço da Leopard Raging, assegurou a segunda posição na sua 14.ª e última volta da sessão, ao rodar em 1.56,657 minutos, ou seja, 173 milésimos de segundo mais lento do que Fenati. O espanhol Jorge Navarro (Honda), com 1.56,720, completa a primeira fila.

"A qualificação correu bastante bem. Durante este fim de semana tenho feito um trabalho muito constante. A qualificação realizou-se com um pouco mais de vento o que dificultou a entrada no segundo 56. Mas na última saída para a pista consegui fazer boas voltas e colocar-me na segunda posição, que é uma posição sólida", afirmou o piloto de Almada, vencedor a prova anterior, o Grande Prémio de Aragão.

Terceiro classificado do Mundial, Miguel Oliveira vai largar à frente do líder, o britânico Danny Kent (Honda), e do segundo, o italiano Enea Bastianini (Honda), que fizerem, respetivamente, o sexto e o quinto registos da qualificação, atrás do italiano Niccolò Antonelli (Honda).

"[Será] uma corrida complicada, até porque o tempo é muito incerto para amanhã [domingo], com muita possibilidade de chuva e, por isso mesmo, vamos tentar tirar o máximo partido desta corrida", completou o piloto português.

A quatro provas para o final do Mundial, Miguel Oliveira, com vitórias em Itália, na Holanda e em Aragão, soma 159 pontos, menos 20 do que Bastianini, enquanto Kent comanda com 234.

A corrida do Grande Prémio do Japão realiza-se no domingo e está marcada para as 11:00 locais, 03:00 em Lisboa.

Lusa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espirito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espirito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo e 1/4 acredita que SIDA transmite-se pelos talheres
    1:42
  • Há mais um suspeito do massacre de Las Vegas 
    0:27

    Mundo

    Em outubro passado, Stephen Paddock abriu fogo sobre os espetadores de um concerto de música country, em Las Vegas, matando 58 pessoas e ferindo quase 500, no mais sangrento tiroteio da história norte-americana recente. A novidade é que a polícia federal dos EUA abriu uma investigação sobre um segundo suspeito no tiroteio. A Polícia Metropolitana disse que não há ainda um motivo para o tiroteio mas aponta como uma das possíveis razões o facto de Stephen Paddock ter perdido uma grande quantia de dinheiro. Os investigadores descobriram ainda que o atirador possuía pornografia infantil no seu computador.