sicnot

Perfil

Desporto

Nadal recupera de "lesão mental" e acredita que estará a outro nível em 2016

O tenista espanhol Rafael Nadal assegurou esta terça-feira que já recuperou da lesão do pé, sofrida na final do torneio de Pequim (derrota com sérvio Novak Djokovic) e que está a recuperar da "lesão mental" que o tem prejudicado.

Após a derrota com Djokovic na final do open da China, por um duplo 6-2, Nadal disse que se sentiu assustado, mas que já está a recuperar a confiança.

Após a derrota com Djokovic na final do open da China, por um duplo 6-2, Nadal disse que se sentiu assustado, mas que já está a recuperar a confiança.

© Kim Kyung Hoon / Reuters

Após a derrota com o sérvio por um duplo 6-2, Nadal disse que se sentiu assustado, mas que já está a recuperar a confiança.

"Eu não conseguia controlar os meus nervos ou a minha emoção. Não é uma lesão física, é mental. Para mim é outro desafio, mas já estou a recuperar", admitiu o número sete do 'ranking' mundial, que pela primeira vez desde 2014 terminou o ano sem conquistar um título do 'Grand Slam'.

O tenista de 29 anos, vencedor de 14 troféus do 'Grand Slam', garante que "vai trabalhar duro".

"Vou dar o máximo. Trabalhar duro. Acredito que sou muito melhor. Os resultados não estão a aparecer, mas acredito que se continuar com a mesma qualidade de jogo, e se não tiver lesões, irei começar o próximo ano com outro nível de jogo", acrescentou o tenista maiorquino.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.