sicnot

Perfil

Desporto

FC Porto confiante no trabalho das autoridades israelitas para jogo da Liga dos Campeões

O FC Porto, que a 20 de outubro joga em Haifa, manifestou esta quinta-feira confiança nas autoridades policiais israelitas, no mesmo dia em que foi anunciado o cancelamento dos jogos de futebol entre judeus e árabes, por questões de segurança.

Os dragões defrontam o Maccabi em Telavive na 4ª jornada do grupo G da Liga dos Campeões.

Os dragões defrontam o Maccabi em Telavive na 4ª jornada do grupo G da Liga dos Campeões.

© Reuters Staff / Reuters

"Nem o FC Porto nem a comitiva terão algo a temer, porque as autoridades israelitas têm vasta experiência na proteção de equipas desportivas e acompanhantes e porque o jogo até será em Haifa, longe de Jerusalém, onde estes conflitos assumem sempre maiores proporções", refere a newsletter diária do FC Porto.

Os 'dragões' acrescentam que os bilhetes para o encontro com o Macabu Telavive, da terceira jornada do grupo G da Liga dos Campeões, já estão à venda.

Hoje, as autoridades desportivas israelitas anunciaram o cancelamento, por motivos de segurança, dos jogos de futebol entre árabes e israelitas agendados para o fim de semana.

Nos últimos 15 dias, a violência agudizou-se, com múltiplos ataques e distúrbios que causaram a morte de, pelo menos 34 palestinianos e sete israelitas.

Na quarta-feira, o governo israelita decidiu aplicar uma série de médias preventivas nos bairros do leste de Jerusalém, que Israel ocupa desde 1967, devido à onda de violência.

Lusa

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.