sicnot

Perfil

Desporto

Raúl vai abandonar o futebol em novembro

O espanhol Raúl, histórico capitão do Real Madrid, vai pôr um ponto final na sua carreira em novembro, quando a temporada da Liga norte-americana de futebol terminar, revelou esta quinta-feira o seu clube, o New York Cosmos.

Raúl, de 38 anos, assegurou ainda que neste momento está concentrado em ajudar a sua equipa a ganhar o campeonato da segunda divisão norte-americana e agradeceu o apoio de todos os que o ajudaram durante a sua carreira. (Arquivo)

Raúl, de 38 anos, assegurou ainda que neste momento está concentrado em ajudar a sua equipa a ganhar o campeonato da segunda divisão norte-americana e agradeceu o apoio de todos os que o ajudaram durante a sua carreira. (Arquivo)

© Fadi Al-Assaad / Reuters

"Quando assinei pelo Cosmos em dezembro disse que analisaria a minha continuidade em função de como me fosse encontrando. Não foi fácil tomar esta decisão, mas é o momento idóneo", reconheceu o emblemático futebolista espanhol, que recentemente foi ultrapassado na lista de melhores marcadores de sempre do Real Madrid por Cristiano Ronaldo.

Raúl, de 38 anos, assegurou ainda que neste momento está concentrado em ajudar a sua equipa a ganhar o campeonato da segunda divisão norte-americana e agradeceu o apoio de todos os que o ajudaram durante a sua carreira.

O espanhol jogou durante 16 anos no Real Madrid, depois de estrear-se com apenas 17 anos na equipa principal. Com o conjunto 'blanco' conquistou, entre outros títulos, seis ligas espanholas, quatro supertaças e três ligas dos campeões.

Até 30 de setembro, o eterno capitão 'madridista' era o maior goleador da história do Real Madrid, estatuto que perdeu para o português Cristiano Ronaldo que nesse dia, ao 'bisar' frente ao Malmö, na Liga dos Campeões, passou a somar 324 golos com a camisola dos 'merengues', ou seja, mais um.

Em 2010, o espanhol rumou aos alemães do Schalke 04, que representou durante duas épocas antes de se mudar para o Al-Saad, do Qatar, no qual jogou dois anos e do qual se despediu em março de 2014. Após uma retirada momentânea dos relvados, assinou pelo Cosmos em dezembro do ano passado.

O avançado disputou 102 jogos internacionais com a camisola da Espanha e é o segundo melhor marcador da seleção espanhola, atrás de David Villa.

Lusa

  • Real Madrid anuncia saídas de Raúl e Guti

    Desporto

    O Real Madrid confirmou, ontem, que o capitão Raúl González, um dos seus futebolistas mais emblemáticos, vai passar a representar os alemães do Schalke 04, após passar 16 anos no clube da capital espanhola. Outro veterano "merengue", o médio Guti, também confirmou ontem publicamente que deixava o Real Madrid após 15 anos no clube e que estava a estudar uma proposta do Besiktas, da Turquia.

  • Marcelo e Costa unidos contra contagem do tempo integral de serviço
    2:45

    País

    Em menos de 24 horas, o Presidente da República e o primeiro-ministro deram publicamente sinais de que estão unidos contra a contagem de todo o tempo de serviço de professores e outros agentes do Estado para efeitos salariais. Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa disseram que essa possibilidade é uma ilusão e que o país não tem condições para voltar aos níveis anteriores à crise.

  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • Paris inaugura primeiro restaurante naturista

    Mundo

    Para entrar, é preciso retirar a roupa e apenas as mulheres podem permanecer calçadas. O primeiro restaurante naturista de Paris abriu em novembro para responder a uma necessidade em França, principal destino do mundo para os praticantes de nudismo.

  • Político indiano oferece 1,3 milhões por decapitação de atriz

    Mundo

    Deepika Padukone é uma das personagens principais do filme que retrata a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano. O filme enfureceu um político do Governo indiano, que ofereceu 1,3 milhões de euros como recompensa a quem decapitasse a atriz. A polícia já destacou agentes para proteger a atriz, bem como a sua família.