sicnot

Perfil

Desporto

Mourinho vai recorrer de castigo da Federação Inglesa de futebol

O treinador do Chelsea, José Mourinho, confirmou hoje que vai recorrer da decisão da Federação Inglesa de Futebol (FA), que o puniu com uma multa de 68 mil euros e um jogo de suspensão por críticas à arbitragem.

Paulo Duarte

"Tenho de ser honesto comigo mesmo. Tenho em papel a fundamentação [da multa] e decidi recorrer. Chegou o momento de deixar de dar a minha opinião, não vou acrescentar nada mais", disse o português no decurso da conferência de imprensa de antevisão do encontro com o Aston Villa.

Na quarta-feira, a FA decidiu punir as declarações de Mourinho após a derrota em casa (3-1) com o Southampton, na oitava jornada da liga inglesa, com uma multa de cerca de 68 mil euros e um jogo de suspensão.

O técnico considerou que a arbitragem foi parcial e que violou os regulamentos, adiantando também que os árbitros têm medo de tomar decisões que favoreçam os 'blues'.

"Talvez seja um pouco ingénuo, mas são os adeptos ingleses e a paixão que se respira neste desporto que me fazem gostar tanto deste país, não a FA. Se um dia tiver de trabalhar com eles, fá-lo-ei", respondeu o treinador português quando questionado sobre se as recorrentes sanções de que é alvo poderiam minar as suas opções de ser selecionador inglês no futuro.

O Chelsea, 16.º da Liga inglesa, a dez pontos do líder Manchester City, recebe no sábado o Aston Villa, num jogo em que "há que ganhar".

"Temos de vencer encontros por nós e pelos adeptos. Não vamos descer à segunda, em alguns meses estaremos na posição que todos queremos", defendeu.

A fazer um início de temporada abaixo das expetativas, os 'blues' tem apenas oito pontos em oito jogos, o que representa o pior início de época do clube desde a época 1978-79.

Lusa

  • "Nos últimos 14 anos alertámos que este dia iria voltar"
    3:50

    País

    O vice-presidente da Câmara de Mação diz que se sente humilhado com o recurso a meios espanhóis para o combate ao fogo no concelho. Em entrevista à SIC, António Louro, que é também engenheiro florestal, critica os vários governos e afirma que nada disto teria acontecido se tivessem ouvido os apelos desesperados da autarquia depois do incêndio que, em 2003, destruiu grande parte do concelho.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • André Ventura rejeita acusações de xenofobia
    1:27

    País

    O candidato do PSD à Câmara de Loures diz que tocou num tema que as pessoas queriam discutir. Entrevistado na SIC Notícias, André Ventura insiste que as declarações que fez sobre a comunidade cigana não são xenófobas ou racistas.

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.