sicnot

Perfil

Desporto

Santos nega ter pedido à FIFA suspensão de seis meses para Neymar

O clube de futebol brasileiro Santos esclareceu na quinta-feira que apenas solicitou à FIFA que determine possíveis irregularidades na transferência de Neymar para o Barcelona, negando ter pedido a suspensão do avançado.

Antes de rumar à Catalunha, Neymar representou o clube brasileiro entre 2003 e 2013. (Arquivo)

Antes de rumar à Catalunha, Neymar representou o clube brasileiro entre 2003 e 2013. (Arquivo)

Andre Penner / AP

"O Santos não apresentou nenhum pedido adicional à FIFA. Apenas decorre a avaliação de uma queixa do clube, apresentada em maio, que está a ser avaliada por um comité de arbitragem", esclareceu em comunicado o clube de São Paulo, negando ter pedido uma suspensão de seis meses para o internacional brasileiro, como chegou a ser noticiado.

O clube paulista diz ter sido prejudicado por ter recebido apenas 17,1 milhões de euros pela transferência de Neymar para o clube catalão, já que na justiça espanhola continuam a ser avaliados os contornos de um negócio estimado em 83,4 milhões.

"O clube quer apenas defender os seus direito e recuperar as perdas que sofreu nesta transferência", frisou o Santos na mesma nota, delegando na FIFA, "e não no Santos", a competência para avaliar eventuais punições.

Segundo o jornal brasileiro Globosporte, o presidente do Santos, Modesto Roma, tinha pedido à FIFA a suspensão, em todas as competições, de Neymar, numa ação judicial na qual acusava o avançado de infringir o artigo 62 do Código Disciplinar do organismo.

Em declarações à emissora catalã COPE, Roma afirmou que apresentou a ação judicial em maio e que, "apesar de Neymar ser um ídolo", o Santos denunciou o caso, "porque há coisas em que não está de acordo".

Segundo o presidente do Santos, "a transferência [de Neymar para o Barcelona] não foi feita de forma clara e transparente e isso foi provado pela justiça espanhola, pelo fisco espanhol e pela justiça brasileira" e, por isso, pedia à FIFA que "atue perante as coisas que foram feitas de forma incorreta".

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Este foi provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O clube de amigos de António Costa

    Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC