sicnot

Perfil

Desporto

Santos nega ter pedido à FIFA suspensão de seis meses para Neymar

O clube de futebol brasileiro Santos esclareceu na quinta-feira que apenas solicitou à FIFA que determine possíveis irregularidades na transferência de Neymar para o Barcelona, negando ter pedido a suspensão do avançado.

Antes de rumar à Catalunha, Neymar representou o clube brasileiro entre 2003 e 2013. (Arquivo)

Antes de rumar à Catalunha, Neymar representou o clube brasileiro entre 2003 e 2013. (Arquivo)

Andre Penner / AP

"O Santos não apresentou nenhum pedido adicional à FIFA. Apenas decorre a avaliação de uma queixa do clube, apresentada em maio, que está a ser avaliada por um comité de arbitragem", esclareceu em comunicado o clube de São Paulo, negando ter pedido uma suspensão de seis meses para o internacional brasileiro, como chegou a ser noticiado.

O clube paulista diz ter sido prejudicado por ter recebido apenas 17,1 milhões de euros pela transferência de Neymar para o clube catalão, já que na justiça espanhola continuam a ser avaliados os contornos de um negócio estimado em 83,4 milhões.

"O clube quer apenas defender os seus direito e recuperar as perdas que sofreu nesta transferência", frisou o Santos na mesma nota, delegando na FIFA, "e não no Santos", a competência para avaliar eventuais punições.

Segundo o jornal brasileiro Globosporte, o presidente do Santos, Modesto Roma, tinha pedido à FIFA a suspensão, em todas as competições, de Neymar, numa ação judicial na qual acusava o avançado de infringir o artigo 62 do Código Disciplinar do organismo.

Em declarações à emissora catalã COPE, Roma afirmou que apresentou a ação judicial em maio e que, "apesar de Neymar ser um ídolo", o Santos denunciou o caso, "porque há coisas em que não está de acordo".

Segundo o presidente do Santos, "a transferência [de Neymar para o Barcelona] não foi feita de forma clara e transparente e isso foi provado pela justiça espanhola, pelo fisco espanhol e pela justiça brasileira" e, por isso, pedia à FIFA que "atue perante as coisas que foram feitas de forma incorreta".

Lusa

  • Papa aprova canonização dos pastorinhos

    País

    O Papa Francisco promulgou esta manhã o decreto que reconhece o milagre atribuído aos beatos Francisco e Jacinta, conhecidos como os pastorinhos de Fátima, o que permite a canonização, anunciou a sala de imprensa da Santa Sé.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.