sicnot

Perfil

Desporto

Sporting de Braga paga 87 mil euros para pôr fim a litígio com Sérgio Conceição

A SAD do Sporting de Braga vai pagar 87 mil euros a Sérgio Conceição para pôr fim ao litígio que a opunha ao ex-treinador do clube minhoto de futebol, informou hoje fonte o advogado do técnico.

O atual treinador do Vitória de Guimarães tinha interposto uma ação contra a SAD bracarense, na qual pedia uma indemnização de um milhão de euros, devido ao despedimento em junho passado, após a derrota com o Sporting Clube de Portugal na final da Taça de Portugal, frente ao Sporting.

O início do julgamento chegou a estar marcado para hoje à tarde, no Tribunal do Trabalho de Águeda, mas não chegou a realizar-se porque as partes chegaram a acordo, tendo a SAD bracarense aceitado pagar 87 mil euros, um valor muito inferior ao pedido inicial.

"Estamos a falar da quantia que as partes entenderam adequada para pôr fim a este litígio, que envolveu, por um lado, uma resolução da questão económica e resolveu, por outro lado, um mal entendido que tinha ocorrido entre as partes e que, com isso, satisfaz também a reposição da honra do Sérgio Conceição e do presidente do Braga", disse aos jornalistas o advogado Tiago Rodrigues Bastos.

Para o advogado do atual treinador vimaranense, a parte mais importante deste acordo foi esclarecer o que é que tinha acontecido, de forma a ultrapassar "uma série de mal entendidos que tinham levado a uma situação que, no calor das coisas, não permitiu que na altura se tivesse ultrapassado".

"Saímos de 'honra lavada' daqui e há que andar para a frente e não ficar colado a uma imagem do passado, que agora verificamos não ter razão de existir", afirmou o causídico, frisando que as partes, inclusive, "reconhecem que não há nenhum obstáculo para que um dia o Sérgio possa voltar a treinar o Braga, se esse for o seu desejo e do Braga também".

No passado mês de junho, o Sporting de Braga avançou para o despedimento com justa causa do treinador Sérgio Conceição, que tinha contrato com os 'arsenalistas' até 30 de junho, na sequência de "graves factos ocorridos após a final da Taça de Portugal" de futebol.

Nos dias seguintes à derrota do Sporting de Braga na final da Taça de Portugal, com o Sporting, o técnico terá insultado e ameaçado agredir o presidente, António Salvador, situação que precipitou este desenlace, revelou então o clube.

O técnico respondeu também em comunicado, afirmando-se de "consciência perfeitamente tranquila", considerando a versão dos acontecimentos veiculada pelo Sporting de Braga "deturpada, falsa e profundamente atentatória da [sua] dignidade pessoal e profissional"

Lusa

  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.