sicnot

Perfil

Desporto

Beckenbauer nega ter subornado alguém para Alemanha organizar Mundial2006

O alemão Franz Beckenbauer, antigo campeão do mundo, garantiu este domingo não ter subornado ninguém para obter votos na atribuição do Mundial2006 de futebol, dois dias depois das alegações de corrupção reveladas pelo jornal Der Spiegel.

"Não paguei dinheiro a ninguém para 'comprar' votos na atribuição do Mundial2006 na Alemanha", disse Beckenbauer. (Arquivo)

"Não paguei dinheiro a ninguém para 'comprar' votos na atribuição do Mundial2006 na Alemanha", disse Beckenbauer. (Arquivo)

© SIPHIWE SIBEKO1 / Reuters

"Não paguei dinheiro a ninguém para 'comprar' votos na atribuição do Mundial2006 na Alemanha", disse Beckenbauer, que foi presidente do comité organizador da prova, mostrando-se "seguro" de que nenhum membro do comité de candidatura "fez tal coisa".

No dia anterior, o presidente da Federação Alemã (DFB), Wolfgang Niersbach, tinha negado vigorosamente as alegações de corrupção, enquanto o presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, disse esperar que essa acusação seja "clarificada rapidamente".

"Thomas Bach entende que é do interesse do futebol que estas alegações requerem uma investigação rápida e completa", disse Christian Klaue, porta-voz do COI, na Alemanha.

Thomas Bach era membro do Comité Organizador do Comité responsável pela fiscalização Mundial2006.

Quem se mostrou "chocado" com as revelações foi o antigo 'craque' alemão Lothar Matthaus, para quem é "fundamental que tudo seja esclarecido com transparência" e que a DFB deve fazer tudo para "provar a inocência".

"Eu sei quem trouxe o Mundial para a Alemanha e tenho total confiança neles, mas se o que foi publicado pelo Der Spiegel for verdadeiro, seria imperdoável", afirmou Matthaus, que se tornou comentador televisivo.

Já o diretor esportivo do Bayer Leverkusen, o antigo internacional alemão Rudi Voller, assumiu o apoio ao "bom amigo" Wolfgang Niersbach, convencido que a DFB vai "clarificar rapidamente a situação".

Na sua edição de sábado, o Der Spiegel revelou que que o comité de candidatura alemão ao Mundial2006 criou um 'saco azul' que usou para comprar votos visando ganhar a organização da prova realizada há nove anos.

A Federação Alemã negou estas revelações, embora tenha reconhecido ter efetuado um pagamento de 6,7 milhões de euros à FIFA, o qual não está, alegadamente, relacionado com o Mundial2006.

A Alemanha ganhou a eleição para organizar a prova com 12 votos contra 11 da África do Sul, após a abstenção inesperada do membro neozelandês Charles Dempsey na votação final.

Lusa

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • À descoberta de Dago, o destroço mais visitado em mergulho de profundidade
    13:51
  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.

  • Deputado da Malásia diz que negar sexo ao marido é uma forma de abuso

    Mundo

    Um deputado malaio tem sido alvo de algumas críticas na internet, depois de ter dito que negar sexo a maridos é uma forma de abuso psicológico e emocional por parte das mulheres. As declarações de Che Mohamad Zulkifly Jusoh foram feitas durante um debate sobre as alterações às leis de violência doméstica, na quarta-feira.

    SIC