sicnot

Perfil

Desporto

Benfica castigado com jogo à porta fechada, pena suspensa por 2 anos

O Benfica foi castigado pela UEFA com um jogo à porta fechada pelos incidentes registados em casa do Atlético de Madrid. Contudo, a pena só será aplicada se se registar um "incidente de igual gravidade" nos próximos dois anos. Certa é uma multa de 20 mil euros.

Poucos momentos depois de o Benfica ter conseguido chegar à igualdade, através do argentino Nicolas Gaitán, adeptos 'encarnados' acenderam tochas e lançaram-nas sobre seguidores 'colchoneros'. Outras foram atiradas para o relvado, obrigando a uma paragem momentânea do jogo.

Poucos momentos depois de o Benfica ter conseguido chegar à igualdade, através do argentino Nicolas Gaitán, adeptos 'encarnados' acenderam tochas e lançaram-nas sobre seguidores 'colchoneros'. Outras foram atiradas para o relvado, obrigando a uma paragem momentânea do jogo.

© Susana Vera / Reuters

"Face aos incidentes registados em Madrid, que o SL Benfica desde a primeira hora lamentou e condenou, o Comité de Ética e Disciplina da UEFA decidiu penalizar o Benfica com um jogo à porta fechada. Esta pena, no entanto, só será aplicada se nos próximos 2 anos se voltar a registar incidente de igual gravidade. A esta sanção acresce uma multa de 20 000 €", revela o clube no seu site.

No comunicado que dá conta da decisão do Comité de Ética e Disciplina, o Benfica adianta que "irá estudar novas medidas a adotar nos jogos em que participa, de forma a combater os atos" que o têm colocado "na mira disciplinar da UEFA". Em causa estão pelo menos duas medidas: "a não requisição de bilhetes para jogos fora" ou "a identificação de todos os detentores de bilhetes para jogos europeus".

Em relação ao caso do estádio Vicente Calderón, no encontro da Liga dos Campeões a 30 de setembro e em que uma criança ficou ferida, o Benfica pediu entretanto o nome dos adeptos que foram identificados.

Foi pouco depois do Benfica ter conseguido chegar à igualdade que adeptos encarnados acenderam tochas e lançaram-nas sobre seguidores colchoneros. Outras foram atiradas para o relvado, obrigando a uma paragem momentânea do jogo.

No final do encontro, que o Benfica venceu por 2-1, o presidente do clube português, Luís Filipe Vieira, mostrou-se descontente com os incidentes.

A nota publicada hoje no site termina com um apelo:

"o Sport Lisboa e Benfica apela a todos os seus sócios e adeptos para que incidentes como os que se registaram em Madrid não voltem a repetir-se quer em jogos europeus ou nacionais, tanto em jogos realizados no Estádio da Luz como fora de casa".

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.