sicnot

Perfil

Desporto

Benfica castigado com jogo à porta fechada, pena suspensa por 2 anos

O Benfica foi castigado pela UEFA com um jogo à porta fechada pelos incidentes registados em casa do Atlético de Madrid. Contudo, a pena só será aplicada se se registar um "incidente de igual gravidade" nos próximos dois anos. Certa é uma multa de 20 mil euros.

Poucos momentos depois de o Benfica ter conseguido chegar à igualdade, através do argentino Nicolas Gaitán, adeptos 'encarnados' acenderam tochas e lançaram-nas sobre seguidores 'colchoneros'. Outras foram atiradas para o relvado, obrigando a uma paragem momentânea do jogo.

Poucos momentos depois de o Benfica ter conseguido chegar à igualdade, através do argentino Nicolas Gaitán, adeptos 'encarnados' acenderam tochas e lançaram-nas sobre seguidores 'colchoneros'. Outras foram atiradas para o relvado, obrigando a uma paragem momentânea do jogo.

© Susana Vera / Reuters

"Face aos incidentes registados em Madrid, que o SL Benfica desde a primeira hora lamentou e condenou, o Comité de Ética e Disciplina da UEFA decidiu penalizar o Benfica com um jogo à porta fechada. Esta pena, no entanto, só será aplicada se nos próximos 2 anos se voltar a registar incidente de igual gravidade. A esta sanção acresce uma multa de 20 000 €", revela o clube no seu site.

No comunicado que dá conta da decisão do Comité de Ética e Disciplina, o Benfica adianta que "irá estudar novas medidas a adotar nos jogos em que participa, de forma a combater os atos" que o têm colocado "na mira disciplinar da UEFA". Em causa estão pelo menos duas medidas: "a não requisição de bilhetes para jogos fora" ou "a identificação de todos os detentores de bilhetes para jogos europeus".

Em relação ao caso do estádio Vicente Calderón, no encontro da Liga dos Campeões a 30 de setembro e em que uma criança ficou ferida, o Benfica pediu entretanto o nome dos adeptos que foram identificados.

Foi pouco depois do Benfica ter conseguido chegar à igualdade que adeptos encarnados acenderam tochas e lançaram-nas sobre seguidores colchoneros. Outras foram atiradas para o relvado, obrigando a uma paragem momentânea do jogo.

No final do encontro, que o Benfica venceu por 2-1, o presidente do clube português, Luís Filipe Vieira, mostrou-se descontente com os incidentes.

A nota publicada hoje no site termina com um apelo:

"o Sport Lisboa e Benfica apela a todos os seus sócios e adeptos para que incidentes como os que se registaram em Madrid não voltem a repetir-se quer em jogos europeus ou nacionais, tanto em jogos realizados no Estádio da Luz como fora de casa".

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.