sicnot

Perfil

Desporto

Boavista quer "fazer boa exibição e bom resultado" frente ao Nacional

O Boavista ambiciona "fazer uma boa exibição e um bom resultado" com o Nacional, no encontro inaugural da oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol, marcado para as 20:30 de sexta-feira.

Petit acrescentou que a equipa está ciente das dificuldades que a esperam frente aos madeirenses.

Petit acrescentou que a equipa está ciente das dificuldades que a esperam frente aos madeirenses.

Lusa

As palavras são do treinador 'axadrezado', Petit, que hoje fez a antevisão do jogo na Choupana e disse esperar uma partida "extremamente difícil", diante de "uma equipa difícil, muito bem orientada e com jogadores de muita qualidade".

"Trabalhámos bem esta semana e recuperamos do último jogo, para a Taça (o Boavista venceu fora o Loures, por 2-1 e após prolongamento)", assinalou.

Petit acrescentou que a equipa está ciente das dificuldades que a esperam frente aos madeirenses: "Sabemos aquilo que vamos apanhar e trabalhámos no sentido de irmos fazer um bom resultado e uma boa exibição."

"É mais um jogo fora de casa, mas o mais importante é que a equipa esteja concentrada e mantenha os mesmos índices de confiança e de atitude. É isso que trabalhamos no dia-a-dia, para chegarmos aos jogos e estarmos com a disponibilidade toda", completou.

O Boavista vem de três jogos fora. Perdeu com o Rio Ave (1-0), para a Liga, foi depois eliminado da Taça da Liga pelo Feirense (1-1 no tempo regulamentar, 4-3 nas grandes penalidades) e bateu fora o Loures (2-1) para a Taça de Portugal, após prolongamento.

Petit frisou ainda que o Nacional "é uma equipa que, por tradição, luta sempre pelas competições europeias, para a Liga Europa e tem sempre plantéis de grande qualidade", além de "um treinador (Manuel Machado) muito experiente".

O técnico realçou também o "ambiente" da Choupana, "com temperaturas sempre diferentes", mas insistiu que a equipa estará preparada para "ir buscar pontos ao Nacional da Madeira".

Na época passada, os 'axadrezados' perderam fora com o Nacional (2-1) apesar de terem marcado primeiro, por Leozinho. "O Boavista que este ano vai ao Nacional é mais forte e mais conhecedor, porque temos uma base e alguns jogadores que vieram acrescentar qualidade", considerou Petiti.

"Este ano, a equipa está muito mais bem preparada, os jogadores são mais experientes. A equipa tem-se comportado bem ao longo deste início de época", reforçou.

O encontro com o Loures deixou marcas em alguns jogadores. "Zé Manuel, Henrique e outros saíram com algumas queixas, devido também ao sintético, mas trabalharam bem e estarão aptos para o Nacional", informou Petit.

Fábio Ervões, Bukia e Nwfor, lesionados, são os únicos jogadores do Boavista indisponíveis.

O Boavista, 11.º classificado com oito pontos, defronta, pelas 20:30 de sexta-feira, na Chupana, Madeira, o Nacional, 12.º com sete, no jogo que vai abrir a oitava jornada da I Liga e que será dirigido por João Capela, de Lisboa.

Lusa

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.