sicnot

Perfil

Desporto

Johan Cruyff tem cancro do pulmão

O antigo futebolista internacional holandês Johan Cruyff, de 68 anos, tem um cancro no pulmão, noticiaram hoje duas estações de rádio de Barcelona.

A doença terá sido diagnosticada na terça-feira, em Barcelona, e o antigo futebolista e treinador está a realizar exames complementares para determinar a evolução do problema.

Johan Cruyff foi operado ao coração em 1991 e desde então deixou de fumar e protagonizou uma campanha antitabágica.

"Na minha vida tive dois grandes vícios: fumar e jogar futebol. O futebol deu-me quase tudo na vida, ao contrário, fumar quase a tirou", era o lema da campanha protagonizada por Cruyff.

Na sua luta para deixar de fumar, Cruyff substituiu os cigarros por chupa-chupas, quando era técnico do FC Barcelona, clube que orientou entre 1988 e 1996.

Como jogador, Johan Cruyff evidenciou-se ao serviço de Ajax e seleção holandesa, tendo representado também os espanhóis do FC Barcelona e do Levante, e os norte-americanos LA Aztecs e Washington Diplomats.

Johan Cruyff iniciou a carreira de treinador em 1996 no Ajax, transferindo-se depois para o FC Barcelona, que orientou durante oito temporadas. Terminou a carreira de em 2012, depois de ter treinado durante quatro épocas a seleção da Catalunha.

Lusa

  • Trump deixa aviso à Coreia do Norte

    Mundo

    O Presidente dos EUA, Donald Trump, assegurou hoje que o Pentágono "está preparado" para adotar as medidas militares necessárias contra a Coreia do Norte, caso Pyongyang responda ao cancelamento da cimeira bilateral com gestos "ingénuos ou imprudentes".

  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC

  • Filha do ex-espião russo envenenado diz sentir-se com "sorte por estar viva"
    1:38