sicnot

Perfil

Desporto

Luís Filipe Vieira quer continuidade de Gaitán no Benfica por muitos anos

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, afirmou hoje que quer a continuidade do avançado Nico Gaitán "por muitos anos" de águia ao peito, no dia em que o futebolista argentino se disse confortável na Luz.

LU\303\215S FORRA

O dirigente, que falava, que falava após a entrega do Prémio Reconhecimento - Embaixada da Argentina 2015 a Nico Gaitán pelo desempenho futebolístico, salientou a qualidade do jogador, dentro e fora do campo, relembrando o golo marcado na quarta-feira frente aos turcos do Galatasaray, para a Liga dos Campeões.

"É uma honra, como presidente do Benfica, estar presente nesta homenagem a Gaitán. É um verdadeiro fora de série. Ainda ontem nos deliciou com aquele enorme golo que marcou. É uma honra vestir a nossa camisola. De certeza que a vai vestir por muitos mais anos", disse, numa altura em que se fala da eventual renovação contratual do jogador.

Perante cerca de três dezenas de pessoas, entre as quais se contava o treinador Rui Vitória e o colega de equipa e compatriota Lisandro López, Nico Gaitán reconheceu ter feito a escolha certa ao assinar pelos 'encarnados' e diz mesmo estar feliz em Portugal.

"Estou muito contente pelo prémio. Para mim é mais fácil ter a bola nos pés que falar. Sinto-me bem em Portugal. Cada dia o rendimento é melhor. Estou muito confortável no Benfica", afirmou.

A três dias do dérbi com o Sporting, para a I Liga, Gaitán considera que não será "um jogo de vida ou morte", mas não esconde que ficaria feliz pela vitória.

"O prémio é um reconhecimento pelo que venho fazendo. Não me vai moralizar para o jogo com o Sporting. Tento superar-me a mim mesmo. Domingo vai ser um jogo muito difícil. Qualquer uma das equipas pode ganhar. O Benfica está a trabalhar bem. No jogo tudo pode acontecer", adiantou.

Gaitán é o segundo futebolista do Benfica a receber a distinção, depois de Pablo Aimar ter sido agraciado em 2011, e o embaixador da Argentina em Portugal, Jorge Argüello, explicou a escolha.

"Tanto na Argentina, como em Portugal, o futebol é uma paixão popular. A conduta e a seriedade são os segredos por trás da marca Gaitán. O prémio é não só pelo desempenho desportivo, mas também pelo comportamento dentro e fora do relvado, bem como pelo comportamento dentro e fora da Argentina", sustentou Jorge Argüello.

Segunda escolha por parte do selecionador das 'pampas', Gerardo Martino, Gaitán espera que venha a fazer parte constante do grupo argentino, mas reconhece que as escolhas do treinador não o favorecem.

"Estou muito contente por ter feito parte da última convocatória da seleção argentina. Não sou um jogador que é sempre convocado. Tenho um bom jogador à minha frente. Tenho de lutar todos os dias para poder ter minutos de jogo. Tenho de aceitar as decisões do selecionador, mas se não jogar é difícil ser opção", concluiu.

Lusa

  • Admissão de efetivos nas Forças Armadas aquém do pedido pelas chefias
    1:42

    País

    O Ministério das Finanças autorizou a admissão de mais efetivos nas forças armadas, este ano mas a integração fica muito abaixo do número pedido pelas chefias militares. Mário Centeno só terá autorizado a integração de cerca de três mil militares em vez das cinco mil vagas propostas pelas chefias do Exército, Força Aérea e Marinha.

  • Pyongyang acusa Washington de atirar "achas para a fogueira"
    1:47

    Mundo

    A Coreia do Sul e os Estados Unidos iniciaram esta segunda-feira exercícios militares conjuntos. As manobras militares procuram ensaiar respostas a uma hipotética invasão da Coreia do Norte. Pyongyang já reagiu e diz que Washington está a atirar "achas para a fogueira". 

  • "É muito importante que os EUA mostrem determinação política e militar"
    0:50

    Mundo

    Os exércitos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos iniciaram hoje as manobras anuais numa altura marcada pela recente escalada de tensão entre Pyongyang e Washington. Para Miguel Monjardino, comentador da SIC, estes exercícios militares são encarados como uma provocação para a Coreia do Norte. Monjardino defende que é importante que os EUA mostrem determinação no atual clima de tensão nuclear.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • Morreu o rei da comédia
    2:08

    Cultura

    Um dos grandes nomes do humor norte-americano morreu ontem, aos 91 anos. Jerry Lewis era comediante, ator, argumentista, cantor e realizador. Considerado o rei da comédia, Lewis influenciou diferentes gerações de comediantes e foi defensor de várias causas humanitárias, entre as quais a distrofia muscular.

  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.