sicnot

Perfil

Desporto

Valentino Rossi pode chegar ao oitavo título de MotoGP na Malásia

O italiano Valentino Rossi (Yahama) pode conseguir domingo o seu oitavo título de MotoGP, igualando, finalmente, o seu compatriota Giacomo Agostini, no Grande Prémio da Malásia, em Sepang, 17.ª de 18 provas do Mundial de velocidade.

Joshua Paul

Dominador quase absoluto da primeira década do século XXI, com títulos em 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2008 e 2009, Rossi, de 36 anos, tem a primeira hipótese para, seis anos depois, voltar a sagrar-se campeão mundial.

Com apenas 11 pontos de avanço sobre o seu companheiro de equipa Jorge Lorenzo, campeão em 2010 e 2012, o 'doutor' não depende de si próprio para sair campeão da Malásia, necessitando de ganhar 15 pontos ao espanhol.

Caso vença na presente temporada pela quinta vez -- após Qatar, Argentina, Holanda e Grã-Bretanha --, o '46' necessita de que Lorenzo acabe abaixo do quinto posto, o que só aconteceu uma vez, quando caiu no GP de São Marino.

O italiano ainda pode sagrar-se campeão a uma prova do fim se for segundo e o espanhol não acabar no 'top 10' e se for terceiro e Lorenzo não ficar nos 14 primeiros.

Independentemente da posição em que termine o '99', na Malásia e em Valência, na última corrida (08 de novembro), Valentino Rossi sabe que só depende de si para chegar ao cetro, necessitando 'apenas' de dois segundos lugares.

Caso os consiga, Rossi, que é o recordista de vitórias em corridas de MotoGP (86), iguala a 'lenda' Giacomo Agostini, o 'motard' transalpino, presentemente com 73 anos, que venceu oito cetros da categoria 'rainha', entre 1966 e 1975.

Juntando todas as categorias, o título de 125cc de 1997 e o de 250 de 1999, o piloto nascido em Urbino, Tavullia, a 16 de fevereiro, somará o 10.º cetro, ficando, neste particular, a 'irrecuperáveis' cinco de Agostini.

Agostini ganhou oito títulos de 500 cc -- até 2001 a categoria 'rainha', entretanto substituída pelo MotoGP -- e sete de 350cc, mas participando nos dois em simultâneo, para ganhar a dobrar entre 1968 e 1972 (10 títulos em cinco anos).

Na presente temporada, Rossi venceu quatro corridas, somou três segundos lugares e sete terceiros, para um total de 14 presenças no pódio, que só falhou em São Marino e na Austrália.

Em São Marino, foi vítima de uma prova 'caótica', com chuva e trocas de moto, terminando em quinto, ainda assim numa boa operação para o campeonato, pois Lorenzo caiu, e, na Austrália, na última corrida, acabou em quarto, muito perto dos três primeiros classificados.

Rossi tem conseguido estes resultados mesmo sem 'brilhar' na qualificação: só conseguiu uma 'pole' (Holanda) e apenas saiu mais três vezes da primeira linha da grelha (segundo no Japão e terceiro na República Checa e São Marino).

A corrida de MotoGP do Grande Prémio da Malásia, em Sepang, 16.ª de 18 provas do Mundial de velocidade, realiza-se domingo, às 15:00 locais (07:00 em Lisboa).

Lusa

  • Marc Marquez revalida o título de campeão mundial de Moto GP

    Desporto

    Marc Marquez revalidou o título de campeão mundial de Moto GP, apesar de ter teminado o Grande Prémio do Japão na segunda possição. Numa altura em que faltam três corridas para o final da temporada, o piloto espanhol da Honda já leva 82 pontos de avanço sobre Valentino Rossi e Dani Pedrosa, que estão empatados na segunda posição.

  • Marc Márquez revalida título de campeão mundial de Moto GP

    Desporto

    Marc Marquez revalidou o título de campeão mundial de Moto GP, apesar de ter teminado o Grande Prémio do Japão na segunda possição. Quando faltam três corridas para o final da temporada, o piloto espanhol da Honda já leva 82 pontos de avanço sobre Valentino Rossi e Dani Pedrosa, que estão empatados na segunda posição. O piloto de 21 anos é o mais jovem de sempre a conseguir dois títulos consecutivos na categoria. A corrida foi ganha por Jorge Lorenzo da Yamaha mas quem festejou mais foi Marquez.

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.