sicnot

Perfil

Desporto

Nacional e Boavista abrem oitava jornada da I Liga

O Nacional e o Boavista, duas equipas com percursos muito semelhantes no campeonato, abrem hoje, no Funchal, a oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol, na qual seguem na segunda metade da tabela.

JOS\303\211 SENA GOUL\303\203O

A jogar em casa, o Nacional, 12.º classificado, com sete pontos, procura pôr fim a uma série de três jogos sem ganhar (duas derrotas e um empate) e, se vencer, ultrapassa o Boavista, 11.º, com oito.

Os 'axadrezados', igualmente só com duas vitórias na Liga, uma delas fora do seu terreno, tentam reforçar a posição, depois de um empate em casa com o Sporting e uma derrota em Vila do Conde, com o Rio Ave.

O encontro está marcado para a 20:30, no Estádio da Madeira, e será arbitrado por João Capela, de Lisboa.

A jornada, que se prolonga até segunda-feira, será marcada pelo dérbi Benfica-Sporting, no domingo, dia em que o treinador Jorge Jesus regressa à Luz depois de ter trocado o banco das 'aguias' pelos dos 'leões'.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.