sicnot

Perfil

Desporto

Jorge Jesus vaiado no regresso ao Estádio da Luz

O treinador da equipa de futebol do Sporting, Jorge Jesus, foi hoje vaiado no regresso ao estádio da Luz, para o jogo entre o Benfica e o Sporting, da oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Lusa/Arquivo

Lusa/Arquivo

MANUEL DE ALMEIDA; MANUELALMEIDA

Quanto foi anunciada pelo 'speaker' a constituição das equipas, os adeptos do Benfica assobiaram, como habitual, à medida que iam sendo divulgados os nomes dos jogadores do Sporting, mas a maior vaia estava reservada para o fim, quando foi dito o nome de Jorge Jesus, que assistiu ao aquecimento à entrada do túnel.

Antes do início do jogo, técnico entrou no relvado do estádio da Luz, e virou à esquerda, em direção ao banco da equipa visitante, acompanhado pelo presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, que se vai sentar no banco de suplentes.

Antes do apito inicial alguns dos papéis utilizados pelos adeptos 'encarnados' na coreografia preparada para o encontro de hoje foram atirados para a zona onde estava Jesus.

Jorge Jesus, que orientou o Benfica nas últimas seis temporadas, entre 2009 e 2015, regressou hoje ao estádio da Luz, depois de ter sido o treinador a conquistar mais títulos, dez no total, ao serviço dos 'encarnados'.

No final da época passada, depois de se sagrar bicampeão e de ter conquistado a Taça da Liga, o técnico, em final de contrato, deixou o Benfica e assinou pelos 'rivais' do Sporting, com os adeptos a não perdoarem a 'traição'.

Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.