sicnot

Perfil

Desporto

Bruno de Carvalho agradece aos adeptos que foram à Luz

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, reconheceu hoje a "vitória histórica" dos leões no dérbi de domingo com o Benfica, da 8ª jornada da I Liga de futebol, mas que "só valeu três pontos".

(arquivo)

(arquivo)

MIGUEL A. LOPES / Lusa

"A minha primeira palavra de hoje é de agradecimento aos cerca de 4.000 adeptos que ontem [domingo] fizeram do Estádio da Luz a nossa casa! Alcançámos uma vitória histórica, sempre importante por ser sobre um rival direto e, ainda por cima, no seu estádio, mas não são mais do que três os pontos conquistados", lê-se na página do presidente do Sporting no Facebook.

Voltando a dirigir-se aos adeptos, que considera a "verdadeira razão" do trabalho do clube, Bruno de Carvalho apelou à presença na receção ao Estoril-Praia, no sábado, em jogo da nona jornada.

"A hora é de continuarmos o nosso trabalho! Nós todos e o 12.º jogador, a verdadeira razão de todo o nosso trabalho, os sócios e adeptos do Sporting Clube de Portugal. No sábado temos mais um degrau para subir na nossa caminhada vencedora: vamos todos encher Alvalade e celebrar o Esforço, a Dedicação e a Devoção a caminho da Glória. Viva o Sporting Clube de Portugal!", concluiu.

No domingo, o Sporting venceu o Benfica, por 3-0, no Estádio da Luz, com golos do colombiano Teo Gutiérrez (09 minutos), do argelino Islam Slimani (21) e do costarriquenho Bryan Ruiz (36).

Com este triunfo, o Sporting isolou-se no primeiro lugar da I Liga, com 20 pontos, mais dois do que o FC Porto, que empatou 0-0 na receção ao Sporting de Braga.

Com Lusa

A minha primeira palavra de hoje é de agradecimento aos cerca de 4000 adeptos que ontem fizeram do Estádio da Luz, a...

Posted by Presidente do Sporting Clube de Portugal - Bruno de Carvalho on Monday, October 26, 2015
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • O que separa a Catalunha do resto de Espanha?
    2:12

    Mundo

    Desde 1640, as revoltas catalãs representam a vontade pela distância e pela independência. Numa região que não é reconhecida formalmente como Nação, na Catalunha entende-se e fala-se mais castelhano do que catalão. Mas o que realmente separa a Catalunha do resto de Espanha?

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Defesa de Sócrates diz que junção do caso Rio Forte à Operação Marquês é ilegal
    0:50

    Operação Marquês

    A defesa de José Sócrates diz que a junção do caso Rio Forte à Operação Marquês é ilegal. A aplicação de 900 milhões de euros da PT no BES foi anexada ao processo, por suspeita de luvas pagas por Ricardo Salgado a Zeinal Bava e Henrique Granadeiro, também arguidos. A defesa do antigo primeiro-ministro já contestou a decisão. Diz que é uma forma de confundir o processo para ocultar, mais uma vez, a falta de provas contra Sócrates.

  • Família Portugal Ramos
    15:01