sicnot

Perfil

Desporto

Futebolista norte-americana Abby Wambach anuncia fim da carreira

A futebolista norte-americana Abby Wambach, que ostenta um recorde mundial de 184 golos em embates da seleção, anunciou esta terça-feira o fim da sua carreira, aos 35 anos.

Abby Wambach, que disputou quatro Mundiais, revela serenidade quanto ao futuro: "Tem sido fantástico, uma viagem maravilhosa e não posso esperar para ver o que trará o próximo capítulo da minha vida". (Arquivo)

Abby Wambach, que disputou quatro Mundiais, revela serenidade quanto ao futuro: "Tem sido fantástico, uma viagem maravilhosa e não posso esperar para ver o que trará o próximo capítulo da minha vida". (Arquivo)

© USA Today Sports / Reuters

"Depois de muito pensar e falar com os meus amigos, família, colegas de equipa e treinadores, decidi terminar a minha carreira de futebolista", disse Wambach, que jogou 252 vezes pelos Estados Unidos, em 15 anos de carreira.

A futebolista vai despedir-se a 16 de dezembro em jogo particular frente à China, em Nova Orleães, inserido na digressão de 10 desafios da seleção dos Estados Unidos, que assim celebra o seu título Mundial, conquistado este ano.

"Há ainda muito a fazer pelo futebol feminino, mas depois de trazer o título mundial de volta aos Estados Unidos este verão, estou extremamente otimista quando ao futuro do nosso desporto", disse.

Abby Wambach, que disputou quatro Mundiais, revela serenidade quanto ao futuro: "Tem sido fantástico, uma viagem maravilhosa e não posso esperar para ver o que trará o próximo capítulo da minha vida".

A atleta, que foi campeã olímpica em Atenas2004 e Londres2012, assumiu um papel fundamental no título Mundial conquistado no Canadá.

Lusa

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.