sicnot

Perfil

Desporto

Sheffield Wednesday, de Carlos Carvalhal, elimina Arsenal na Taça da Liga inglesa

O Sheffield Wednesday, equipa do 'Championship' (segunda divisão) treinada pelo português Carlos Carvalhal, apurou-se esta terça-feira para os quartos de final da Taça da Liga inglesa de futebol com uma inesperada vitória sobre o Arsenal, por 3-0

Em Hillsborough, depois de já ter deixado pelo caminho o Newcastle, a equipa comandada por Carvalhal voltou a surpreender.

Em Hillsborough, depois de já ter deixado pelo caminho o Newcastle, a equipa comandada por Carvalhal voltou a surpreender.

© Reuters Staff / Reuters

Em Hillsborough, depois de já ter deixado pelo caminho o Newcastle, a equipa comandada por Carvalhal voltou a surpreender, desta vez com um contundente triunfo sobre os 'gunners, com Lucas João a marcar um dos golos da formação caseira.

Perante um Arsenal sem algumas das suas principais figuras, o avançado luso fez o segundo tento dos 'Owls', aos 40 minutos, depois de Wallace ter aberto o marcador, aos 28, enquanto Hutchinson confirmou a vitória da equipa nona classificada da Championship, aos 52.

O defesa português José Semedo entrou na segunda parte no Sheffield Wednesday, enquanto Marco Matias falhou o duelo com os londrinos devido a lesão.

O duelo entre Stoke City e Chelsea (1-1), detentor do título, foi para prolongamento, assim como o Everton-Norwich (1-1) e o Hull City-Leicester (0-0).

Os oitavos de final da Taça da Liga inglesa terminam na quarta-feira, com os jogos Liverpool-Bournemouth, Southampton-Aston Villa, Manchester City-Crystal Palace e Manchester United-Middlesbrough.

Lusa

  • Obama acredita que Guterres será um bom líder da ONU
    0:53

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar de perto com os Estados Unidos na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido esta sexta-feira por Barack Obama, na Casa Branca, onde foi elogiado pelo ainda Presidente.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.