sicnot

Perfil

Desporto

Médica Eva Carneiro informa Chelsea que quer ser indemnizada

Os advogados da antiga médica do Chelsea Eva Carneiro informaram o clube da intenção de pedir uma indemnização pela quebra de contrato promovida pelo campeão inglês de futebol, após a rutura com o técnico José Mourinho.

Eva Carneiro foi afastada da equipa médica do Chelsea pelo treinador português José Mourinho a 12 de agosto. (Arquivo)

Eva Carneiro foi afastada da equipa médica do Chelsea pelo treinador português José Mourinho a 12 de agosto. (Arquivo)

© Darren Staples / Reuters

Diversos órgãos de comunicação britânicos revelaram que a médica já fez chegar ao clube os documentos sobre a sua pretensão, que será dirimida pelo tribunal do trabalho a menos que acha um acordo extrajudicial.

Os tribunais de trabalho ingleses têm as sessões públicas, pelo que se o caso ali chegar, o Chelsea poderá ver publicitados detalhes do processo.

Eva Carneiro foi afastada da equipa médica do Chelsea pelo treinador português José Mourinho a 12 de agosto, poucos dias depois de ter entrado em campo para prestar assistência a Hazard, já em tempo de descontos, no encontro entre os 'Blues' e o Swansea, que estava empatado a dois golos.

O jogador belga acabou por sair de campo para ser assistido, deixando o Chelsea reduzido a nove jogadores, pois tudo aconteceu numa altura em que o guarda-redes Thibaut Courtois já tinha sido expulso.

José Mourinho considerou que Eva Carneiro, que ingressou na equipa médica do clube em 2009, teve um comportamento "impulsivo" e referiu que a equipa médica só deve entrar em campo quando tem a certeza de que o jogador tem um problema sério.

Entretanto, Eva Carneiro acabou por deixar o Chelsea, admitindo a possibilidade de agir judicialmente contra o clube inglês de futebol, o que agora se confirma.

O Chelsea sempre disse que não comentava publicamente assuntos internos com o seu pessoal.

Na investigação promovida pelas instâncias futebolísticas, Eva Carneiro queixou-se de não ter sido ouvida pela federação.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.