sicnot

Perfil

Desporto

Middlesbrough afasta Manchester United na Taça da Liga

O Middlesbrough, da segunda divisão inglesa, eliminou hoje o Manchester United nos oitavos de final da Taça da Liga de futebol, enquanto o alemão Jurgen Klopp alcançou o primeiro triunfo no banco do Liverpool.

© Reuters Staff / Reuters

Após o 0-0 no final dos 120 minutos em Manchester, o Middlesbrough venceu por 3-1 do desempate por penáltis, em grande parte graças ao guarda-redes espanhol Tomas Mejias, que defendeu os tiros de Rooney e Young, enquanto Carrick atirou por cima, fazendo justiça ao jogo, já que o conjunto orientado pelo espanhol Karanka foi melhor em campo.

O técnico Louis van Gaal fica assim pelo caminho, tal como José Mourinho, que terça-feira viu o Chelsea cair aos pés do Stoke City (5-4 nos penaltis, depois de 1-1 no tempo regulamentar), enquanto o Sheffield Wednesday de Carlos Carvalhal também surpreendeu, ao eliminar o Arsenal por concludente 3-0.

O Liverpool, com o jovem português João Carlos Teixeira, de 22 anos, a titular, bateu em casa o Bournemouth por 1-0, no primeiro triunfo em três jogos sob o comando de Jurgen Klopp.

O avançado luso foi mesmo decisivo, pois o único golo foi apontado por Nathaniel Clyne (17), em recarga oportuna depois de a defesa ter impedido quase sobre a linha que João Carlos Teixeira marcasse de calcanhar.

O líder do campeonato, o Manchester City, 'esmagou' o Cristal Palace, sétimo, por 5-1, com tentos de Bony (22), De Bruyne (44), Iheanacho (59) e Yaya Touré (76), de penalti, e Manuel Garcia (90+4), com o golo visitante a ser apontado por Delaney (89).

O Southampton cumpriu com o favoritismo e afastou o Cristal Palace, 'lanterna vermelha' do campeonato, superiorizando-se por 2-1 com tentos de Yoshida (51) e Pellè (77), de nada valendo o tempo de Sinclair (90+4), de penalti, já nos momentos finais.

Lusa

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.