sicnot

Perfil

Desporto

Presidente do Trabzonspor reteve equipa de arbitragem dentro do estádio

O presidente do Trabzonspor manteve retido o árbitro do último jogo a contar para a primeira divisão turca de futebol e só o libertou depois de receber uma chamada do presidente turco, Erdogan, informou hoje o jornal Hurriyet.

© Giorgio Perottino / Reuters

Ibrahim Haciosmanoglu queixou-se da equipa de arbitragem por esta não ter assinalado um penálti a seu favor e manteve a mesma dentro do seu estádio durante quatro horas.

O jogo de quarta-feira contra o Gaziantepspor, a contar para a 10.ª jornada da 'Super Lig', terminou empatado 2-2, no estádio Hüseyin Avni Aker, e, quando informado sobre o assunto, o presidente do clube, que estava em Istambul, a cerca de 900 quilómetros de Trebizonda, ligou para que não deixasem o árbitro abandonar as instalações, prometendo que ia apanhar um avião privado para se deslocar ao recinto.

Depois disto, Haciomasnoglu ligou para a emissora de televisão A Spor para se queixar em direto da atuação do árbitro e utilizou expressões como "se temos que morrer, morreremos como homens, mas nunca viveremos como mulheres", reafirmando que o árbitro não podía sair do estádio sem que ele chegasse.

Quatro horas mais tarde, uma chamada telefónica do presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, conseguiu acalmar o empresário, que deu permissão para o árbitro abandonar o estádio.

O ex-árbitro Ahmet Çakar, considerado um dos mais prestigiados do país, opinou no mesmo jornal que Haciosmanoglu tinha feito "as declarações mais irresponsáveis e mais perigosas da história do futebol".

O Trabzonspor ocupa neste momento a nona posição da tabela classificativa, e tem no seu plantel o português José Bosingwa e o paraguaio ex-Benfica Óscar Cardozo.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.