sicnot

Perfil

Desporto

Brasil vai mesmo acolher provas de hipismo nos Olímpicos de 2016

O governo brasileiro chegou a acordo com a União Europeia para a emissão das licenças sanitárias necessárias para a realização das provas hípicas dos Jogos Olímpicos de 2016, revelaram hoje fontes oficiais citadas pela agência EFE.

Reuters/Arquivo

Reuters/Arquivo

© Russell Cheyne / Reuters

O acordo invalida a possibilidade de as provas equestres serem transferidas para outro país, uma hipótese que tinha sido sugerida pela Federação Equestre Internacional, segundo revelou Marcelo Pedroso, o presidente da Autoridade Pública Olímpica, ao jornal O Globo.

A federação internacional tinha ameaçado trasladar para outro país a competição equestre, devido aos supostos atrasos do Brasil na aprovação dos protocolos sanitários necessários para autorizar a entrada de cavalos no país.

Os protocolos sanitários são acordos bilaterais que estabelecem as regras e condições para o transporte internacional dos cavalos, incluindo os prazos que quarentena.

As novas normas serão publicadas na próxima semana num decreto elaborado pelo Ministério da Agricultura, de acordo com Pedroso.

Quando surgiu a polémica, no início do outubro, o Ministério da Agricultura informou que o prazo oficial para a emissão de documentos, protocolos e certificados termina 120 dias antes do início do Rio2016, que arranca a 05 de agosto de 2016.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras