sicnot

Perfil

Desporto

José Mourinho confiante de que o Chelsea vai recuperar do mau momento

O treinador do Chelsea, o português José Mourinho, assegurou hoje que não tem dúvidas de que a equipa, que ocupa a 15.ª posição primeira divisão inglesa de futebol, "vai recuperar e sair desta situação".

© Reuters Staff / Reuters

"Como aguento tudo isto? Trabalho. Não tenho qualquer dúvida de que sairemos desta situação", afirmou o português, na conferência de imprensa que antecede o jogo de sábado contra o Liverpool, em casa dos londrinos.

Mourinho diz ainda que o "Chelsea é um grande clube", designação que atribui também aos 'reds', apesar de o Liverpool "no ano passado não ter ganhado nada, nem se ter qualificado para a Liga dos Campeões".

Ainda sobre os rivais, deu também o exemplo do Manchester United que é "ainda maior", mas que na temporada passada "não se qualificou para a 'Champions' nem para a Liga Europa e continua a ser uma grande equipa".

O atual campeão da 'Premier League', que renovou contrato com Mourinho no passado mês de agosto, até 2019, encontra-se a 11 pontos do líder, Manchester City, com cinco derrotas em 10 jogos, tendo sido eliminado da Taça da Liga inglesa, na terça-feira, pelo Stoke City.

Lusa

  • A Catalunha "está farta da prepotência e dos abusos do governo"
    0:30
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Família Portugal Ramos
    15:01