sicnot

Perfil

Desporto

Gastão Elias campeão do challenger de Lima

O tenista português Gastão Elias venceu hoje o torneio 'challenger' de Lima (Peru), ao derrotar na final o eslovaco Andrej Martin, por 6-2 e 7-6 (7-4).

(Arquivo)

(Arquivo)

© Vincent Kessler / Reuters

O número dois nacional e 182.º jogador mundial coroou assim aquela que foi uma das semanas mais conseguidas da sua carreira, impondo-se ao 161.º tenista ATP, em uma hora e 22 minutos.

Depois de meses em busca do seu jogo, Elias uniu finalmente as pontas soltas e viu o seu trabalho nos detalhes recompensado e traduzido nas estatísticas do encontro de hoje em Lima: conquistou 77% dos pontos no primeiro serviço, 60 no segundo e respondeu a grande nível, aproveitando quatro dos oito pontos de 'break' de que dispôs.

Naquela que foi a sua 11.ª final da categoria 'challenger', o tenista da Lourinhã, de 24 anos, conquistou o seu terceiro título, depois dos que alcançou no Rio de Janeiro (2012) e em Santos (2013).

Lusa

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.